O poder das palavras

O método centenário de escrita mais cobiçado do mercado americano

Como aumentar seu poder de comunicação e desenvolver discursos altamente persuasivos e vendedores

Caro leitor, cara leitora.

Antes de mais nada, é meu dever avisá-lo:

Você está prestes a conhecer o método de escrita mais cobiçado do mercado americano.

A história mostra que foi ele o responsável por levar marcas à fama e à fortuna durante todo o século passado.

Só para você ter ideia do que estamos falando…

Há mais de 100 anos, um redator chamado John Emory Powers foi contratado por uma empresa de roupas à beira da falência.

Powers então recomendou ao dono que fosse honesto com os clientes em potencial.

Então escreveu um anúncio que apresentava as seguintes palavras.

“Estamos falidos. Este anúncio trará nossos credores aos nossos pescoços. Mas se você vier e comprar amanhã, teremos dinheiro para atendê-los. Se não, iremos para a parede.”

O texto resultou em um aumento imediato nas vendas e a empresa em dificuldades foi salva da falência.

Esse foi um dos casos…

Durante o tempo que trabalhou para outra empresa, a Wanamaker, as comunicações escritas por Powers fizeram as receitas dobrarem de US$ 4 milhões para US$ 8 milhões.

Por essas e outras que no final da década de 1890, Powers ganhava mais de US$ 100 por dia como copywriter.

O equivalente a cerca de US$ 700.000 por ano (aproximadamente, em moeda atual).

Ou seja, ele fazia as empresas faturarem — e por consequência também faturava alto.

O mesmo método que Powers usou para gerar esses resultados é usado hoje com sucesso na internet.

Até mesmo agora, enquanto você lê isso, há empreendedores e profissionais de marketing ganhando dinheiro com algum texto feito com base nesse método.

Eu já vou voltar a falar nisso nas próximas linhas, mas antes preciso relatar outro caso interessante…

Pense pequeno.

Quando a Volkswagen lançou o Fusca nos EUA, em 1949, os americanos detestaram o carro.

O achavam feio e pouco prático.

O carro ganhou o apelido pejorativo de “beetle”, besouro, em inglês.

Além disso, era conhecido como “o carro de Hitler”, o veículo que o ditador nazista sonhara para o povo alemão.

Como era de se esperar, as vendas foram um verdadeiro fracasso.

Em 1950, dos 6,6 milhões de veículos novos do país, apenas 330 eram da marca Volkswagen.

A marca tinha um grande desafio pela frente quando contratou uma agência de publicidade.

A mente por trás dessa agência era ninguém menos que William “Bill” Bernbach.

E foi ele o responsável por criar a campanha que fez o público mudar de ideia.

Bill acabou criando uma das propagandas mais famosas da história…

E o texto que ele escreveu não só salvou as vendas da Volkswagen, como mudou o jeito de anunciar produtos.

O copywriter teve a brilhante ideia em criar uma campanha honesta com bastante humor.

Mostrou que o carro não era perfeito, mas era exatamente o que os americanos precisavam.

O redator conseguiu provar com um texto simples que o Fusca era econômico e perfeito para ser o segundo carro da família.

O copy virou argumento para quem ia às concessionárias comprar o veículo.

“Pense Pequeno” contrariava o ego dos yankees.

Quem, em plena época de guerra, com a nação americana tornando-se um símbolo da força e resistência, pensaria num slogan desses?

A campanha foi considerada tão bem-sucedida que fez muito mais do que impulsionar as vendas:

Ajudou a construir uma vida inteira de fidelidade à marca.

E um fenômeno curioso se registrou:

Os consumidores chegavam às lojas de automóveis repetindo aos vendedores quase literalmente os textos da campanha que tinham lido ou ouvido.

Bill Bernbach nos ensina que escrever copies é muito mais que tentar vender um produto, é transmitir uma grande ideia, apresentar uma visão diferente.

Costumamos chamar isso de “quebra de padrão”.

Geralmente adotamos padrões de comportamentos ou estratégias que nos deixam robotizados.

Quando esse padrão é quebrado, somos impactados com algo novo.

Dependendo do contexto, isso pode ser suficiente para tornar uma oferta irresistível.

O Advertising Age elegeu “Think Small” a campanha mais influente da história da publicidade mundial.

E seu criador, William “Bill” Bernbach, a personalidade mais influente do século neste mercado.

Bill só conseguiu isso graças ao poder do copywriting…

607 palavras

Não posso prosseguir sem antes falar deste outro caso…

607 palavras foi o tamanho do texto que David Ogilvy criou para a famosa campanha do carro Rolls-Royce.

Quando ganhou a conta em 1957, Ogilvy produziu 26 títulos diferentes para o anúncio.

E levou meia dúzia de redatores da agência para “passar por cima deles” e escolher o melhor, que acabou sendo:

“A 60 milhas por hora o barulho mais alto do novo Rolls-Royce vem do relógio elétrico.”

Ogilvy contou que passou três semanas pesquisando seu novo cliente antes de iniciar o texto.

E disse que sua manchete era uma citação do artigo do editor técnico da “The Motor”, uma revista britânica de automóveis.

O texto seguiu com 13 tópicos geniais de tão simples, apenas usando a fórmula “característica + benefício”.

No fim, Ogilvy incluiu a chamada para ação:

“Se você quiser ter a experiência recompensadora de dirigir um Rolls-Royce ou um Bentley, escreva ou telefone para um dos revendedores listados na página ao lado”.

O anúncio elevou status da marca e fez com que o carro fosse visto como um produto altamente desejável.

Como resultado, as vendas em 1958 aumentaram 50% em relação a 1957.

O anúncio funcionou consistentemente no “The New Yorker” e em vários jornais grandes até 1962, quando a Ogilvy parou de trabalhar com a Rolls-Royce.

Isso é copywriting. Da forma mais pura. Sem nenhum gatilho mental forçado.

É uma composição em que a técnica trabalha para a criatividade — e não o oposto.

Há acerto quanto a falar o que precisa ser dito da melhor maneira.

Conta também o tempo de preparo antes de sentar para escrever.

O conselho que eu daria a mim mesmo aos 20 anos.

Se eu pudesse voltar no tempo…

Mais precisamente há 9 anos, quando eu tinha 20 anos e comecei a pensar em fazer negócios…

…e dar um único conselho a mim mesmo, seria esse:

“Aprenda o copywriting!”

Isso mudaria a minha vida.

Com toda certeza, mudaria.

Para você que não está familiarizado com o termo, entenda copywriting como:

“Fazer uso das palavras corretas para se comunicar com um público e guiá-lo à uma tomada de decisão”.

Também gosto de dizer que copywriting é:

“A arte de escrever para vender”.

Hoje o que faz negócios digitais faturar alto é o copywriting.

Por isso os maiores empreendedores e empresários fazem uso dele para ofertar os seus produtos. Analise:

  • Os famosos lançamentos de 7 dígitos.
  • As estratégias de vendas perpétuas mais lucrativas.
  • Os afiliados que mais faturam.
  • As páginas de vendas que mais convertem.

Nada acontece sem o poder do que estou falando aqui.

Especialistas americanos em internet marketing construíram negócios multimilionários usando o poder do copy. Posso citar:

  • Ryan Deiss.
  • Frank Kern.
  • Brendon Burchard.
  • Russell Brunson.
  • Gary Vaynerchuk.
Esses nomes podem ser desconhecidos para você, mas acredite, todos esses caras estão ricos hoje graças ao copywriting.

É isso que falta para você crescer hoje?

Um método testado e aprovado de comunicação persuasiva?

Um método capaz de despertar o desejo até no mais cético dos consumidores?

Talvez, enquanto você continua procurando um novo curso incrível de marketing…

A última sacada vencedora de algum guru…

Uma ferramenta de marketing mirabolante…

A tática que fez a prima da sua amiga “virar a chave”…

Os caras espertos estão fazendo uso do bom e velho copywriting com roupagens novas.

E a maioria deles não vai falar isso para você, simplesmente porque não querem concorrentes.

Logicamente, o que desejam é ficar com todo o ouro.

Pode ser que você faria o mesmo no lugar deles…

Mas eu francamente ganho mais apresentando isso ao maior número de pessoas.

Assumi o compromisso há alguns anos de não somente ser um executor.

Meu trabalho tem a ver também com educar e espalhar ideias.

Por isso eu ensino o que aprendo.

Nos últimos 3 anos, mais de 4.329 pessoas consumiram meus conteúdos exclusivos e assistiram minhas aulas.

Tudo através de listas VIPs e grupos fechados.

Alguns deles já sabem como usar esse mesmo método testado por grandes gênios e aprovado por grandes empresários… O mesmo método que eu desejo que você acesse hoje mesmo.

Mas quem sou eu para lhe recomendar esse método?

Meu nome é Paulo Maccedo.

Tenho 29 anos e sou analista de marketing pela Metodista de São Paulo.

Há quase 10 anos me dedico à comunicação.

Já escrevi mais de 2137 artigos, publiquei 4 livros, sendo um best-seller, e estive à frente de centenas de estratégias de marketing de resultados.

Nos últimos 5 anos, meus estudos foram dedicados ao copywriting.

Li os principais materiais em inglês e português, mergulhei fundo em biografias e métodos de grandes gênios, como:

Powers, Hopkins, Ogilvy, Bernbach, Halbert, Kennedy, Abraham.

E agora quero passar isso adiante.

Somente por meio do copywriting pude entender com profundidade o trabalho dos homens que citei acima.

Quando entrei em contato com esse cobiçado método, não tive dúvidas de que precisava usá-lo no meu trabalho.

Com base nele, elaborei um processo de criação de textos que convertem mais do que o comum.

Um simples post de Facebook, um simples artigo de blog, um simples vídeo no YouTube…

Tudo passou a ser mais persuasivo e vendedor depois do meu contato e estudo com o copywriting.

Escrevi e-mails para uma loja de móveis planejados que geraram entre 30% a 40% de taxa de abertura.

Criei um texto para um produto de culinária que gerou 1000% de retorno sobre investimento em apenas uma campanha.

Publiquei uma carta de vendas que gerou 53 assinantes que me renderam mais de R$ 21.107 em 12 meses (isso sem investir 1 real de anúncio).

Lancei dois livros usando técnicas de escrita persuasiva. Um deles, o “Arte de Escrever Para A Web”, que foi mais vendido no período de um ano.

Nada disso teria sido possível sem o copywriting.

Por isso afirmo…

Esse método separa os homens dos meninos.

Para gerar conexão com o seu cliente e fazê-lo comprar o que você vende, o entendimento da sua mensagem deve ser imediato.

E só uma comunicação facilitada e persuasiva pode proporcionar isso.

O copywriter utiliza técnicas específicas com palavras certeiras para construir uma argumentação.

Essa argumentação despertará no leitor a vontade de fazer uma escolha.

Essa escolha pode ser:

  • Concordar com uma ideia;
  • Entrar em contato com uma empresa;
  • Solicitar um orçamento;
  • Efetivar uma compra.

Mas então você pode argumentar:

“Bem, mas para eu vender meu peixe eu não preciso necessariamente de textos. Logo, não preciso de copywriting.”

É aí que você se engana redondamente.

E se você mantiver esse pensamento, acabará perdendo um bom dinheiro com oportunidades que poderia aproveitar.

Mas que passarão em branco se você não usar bem as palavras.

Todo discurso de venda que se preze deve passar por uma construção linguística bem pensada.

Deve-se escolher as palavras certas para se obter uma comunicação precisa, que cause impacto na sua audiência, que consiga atingir o coração do leitor.

Entre 2015 e 2016, trabalhei como funcionário na Mentalidade Empreendedora, empresa de Pedro Quintanilha.

De segunda à sexta, das 9h às 18h, sentava, literalmente, ao seu lado.

Vi com os meus próprios olhos como Pedro dá importância ao copywriting.

No tempo em que trabalhamos juntos, seu negócio foi de R$ 100 mil de faturamento anual para R$ 1 milhão de reais em alguns lançamentos.

Isso no período de 12 meses.

Ficou claro para mim quanto o copywriting o ajudou nesse resultado.

Com ele conseguimos escrever exatamente o que o público buscava.

E assim, geramos conexão com os clientes, que compraram de nós.

E eu entendi de uma vez por todas que homens de negócios devem dominar esse método se quiserem ser bem-sucedidos.

Caso contrário, serão como meninos brincando de pelada no parquinho.

Para entrar em campo e jogar como gente grande, só usando o poder do copywriting.

Profissionais de marketing que dominam o método tornam-se artilheiros e marcam mais gols.

Alguns chegam a chutar a bola para fora do estádio, tamanha força aplicada.

Mais de 100 anos de resultados

O copywriting é uma técnica de escrita persuasiva que já acumula mais de um século de resultados estrondosos em vendas.

E ao longo de todo esse tempo, muitos estudos foram realizados e a técnica veio se aperfeiçoando mais e mais.

Começando nas primeiras fases do marketing, com Claude Hopkins testando o que funcionava ou não com a redação.

Passando pela era de ouro da publicidade, com gênios como Ogilvy e Bernbach.

…E pela década de 1960 e 1970 com caras como Dan Kennedy, Martin Conroy e Gary Halbert pensando fora da caixa e vendendo milhões com cartas de vendas que eram enviadas pelos Correios…

E chegando até a era pós-digital, onde empreendedores e profissionais de marketing usam a internet para vender ideias, serviços ou produtos.

Todo o avanço do copywriting está ao seu alcance agora…

Hoje você poderá acessar esse método poderoso que o ajudará nos seguintes casos:

  • Vender seu próprio produto: você poderá criar textos persuasivos para atrair clientes para seu negócio.
  • Vender produtos de terceiros: poderá prestar serviços de redação e ser muito bem pago por isso.

É possível vender tudo através do poder das palavras.

Isso explica porque empreendedores se dedicam horas para dominar esta arte.

Eles sabem que com o copywriting podem encantar clientes, impulsionar negócios e engordar suas contas bancárias.

Com a mesma intensidade, profissionais de marketing decidem estudá-la porque sabem que nem todo empreendedor saberá escrever…

…ou mesmo não terá tempo para isso ─ e isso representa uma grande oportunidade de ganhar dinheiro com a habilidade de escrita.

Homens de negócios e profissionais de marketing, ambos podem se beneficiar das vantagens de um bom copy.

Acredite, caro leitor, não existe outro jeito de obter resultados grandiosos nos negócios a não ser com o uso do copywriting.

Se você deseja continuar no mercado e não ser engolido pela concorrência, você precisa disso hoje.

Nas próximas linhas está a chance de embarcar numa jornada de conhecimento que fará toda a diferença.

E eu já vou explicar como você pode conseguir isso…

1 bilhão com lâminas de barbear

Há pouco mais de 3 anos, alguém escreveu um texto de vendas para o Dollar Shave Clube.

Até hoje não sei quem foi o escritor, mas o texto fez render 12 mil clientes em 2 dias e fez a empresa faturar R$180 milhões só em 2015.

Parece loucura. Um único texto de vendas. Um único comercial.

Fundada na Califórnia em 2011, o Dollar Shave Club se tornou o maior case de clube assinaturas de produtos do mundo.

Isso tudo aconteceu dentro de uma estratégia de marketing, com a aplicação inteligente do copywriting.

A estratégia comercial da empresa é “agressiva” e mescla humor, especialmente em vídeos, onde seu fundador Michael Dubin é o protagonista.

…E os textos são demais criativos e persuasivos.

Depois de chegar a 3 milhões de assinantes de lâminas de barbear, com presença em 3 países (Canadá, USA e Austrália), o Dollar Shave foi vendido por US$ 1 bilhão para a Unilever. A Forbes quem disse.

Esse é um dos maiores casos de sucesso de copywriting, que vale a pena revisar, pensar e se inspirar sempre.

Quando falo que o copywriting nos dá um poder indiscutível, não estou exagerando.

Por que você precisa acessar esse método agora?

Bem, não adiantaria de nada você chegar até aqui e depois desistir de aprender a dominar aquilo que empresários e marqueteiros usam para vender mais e melhor.

Esse é um método que definitivamente vai mudar sua forma de fazer negócios.

E agora posso garantir que disponibilizei esse método no melhor formato possível para você.

Através do meu novo curso chamado Copywriting e Escrita Poderosa…

Nele você aprenderá em aulas práticas e dinâmicas como escrever textos verdadeiramente persuasivos e vendedores.

E poderá desenvolver:

  • Scripts de vendas para WhatsApp, e-mail e telefone.
  • Cartas de vendas para envio offline ou acesso online.
  • Vídeos de vendas poderosos e persuasivos.
  • Artigos de blog que vendem.
  • Posts de redes sociais que atraem, engajam e convertem.
  • Anúncios para Facebook Ads.
  • E mais, muito mais.

Certo, aqui vai o que você aprenderá comigo no curso...

A mentalidade copywrite

Isso eu ensino na aula 1.

Mostro o padrão de pensamento de milionários e grandes empresários.

E de redatores que fizeram dinheiro com cartas vendas, e-mails e outros formatos de texto.

Aqui eu conto a história “O Cego e o Copywriter”, e como uma pequena frase escrita com giz num quadro mudou a forma como as pessoas olhavam para um mendigo deficiente.

Nesta aula eu também falo da filosofia do copywriter, listando 10 mandamentos para você se tornar um persuasor de resultados.

As 7 sagradas premissas do copy

Nesta segunda aula eu ensino você a dominar as 7 premissas de um copywriting poderoso:

  1. Contexto – Onde e como aplicar o copywriting, usando as melhores palavras;
  2. Persona – A simulação do seu cliente ideal, o planejamento correto para alcançar as pessoas certas;
  3. Solução – Os fatos e benefícios do seu produto e como ele pode resolver o problema do consumidor;
  4. Emoção – Como conferir numa lista de 27 emoções que tipo de sentimento você deseja despertar no seu cliente potencial;
  5. Promessa – Como despertar o interesse do comprador por meio de uma promessa forte e desejável;
  6. Gancho – Como fisgar a atenção do consumidor com palavras e frases atrativas e cativantes;
  7. Estrutura – Que tipo de estrutura usar na construção de um copy.

Isso aqui vai ajudar você a escrever qualquer copy com maestria e com eficácia.

O caminho para escrever headlines perfeitas.

Na aula 3, eu falo das técnicas para escrever títulos capazes de gerar conexão e emoção.

Imagine poder garantir 81% da venda com apenas um título.

E escrever headlines que chamam a atenção e geram interesse do seu público-consumidor.

Aqui eu começo a destrinchar um dos modelos mais eficientes de marketing e a Fórmula 4 U’s, que possibilita escrever textos ultra específicos, urgentes, úteis e únicos.

Como gerar atenção, interesse, desejo e ação.

Na aula 4, falo do clássico modelo AIDA, composto por atenção, interesse, desejo e ação.

Esse é um modelo ridiculamente simples que qualquer pessoa pode usar na hora de criar uma comunicação de vendas.

Aqui cito o caso do filme A Bruxa de Blair, mostrando como os produtores conseguiram fazer as pessoas desejarem o filme.

A produção, que custou US$ 35 mil, gerou receitas de US$ 280 milhões em todo mundo, apenas no ano de lançamento.

Com o modelo, “A Bruxa de Blair” se tornou um dos 100 filmes americanos de maior faturamento de todos os tempos.

As 5 regras essenciais para escrever bons copies.

Nessa aula é onde eu falo de 6 grandes nomes do copywriting e aponto o caminho para você se aperfeiçoar como um especialista que vende através do domínio das palavras.

Eu mostro o que me levou a ser um redator bem-sucedido, sendo chamado para escrever os mais variados tipos de textos de vendas.

Falo da importância da leitura, da prática, da observação, da inspiração e do teste.

A carta de vendas

Na sexta aula do curso, eu falo sobre este que é um dos elementos importantes do copywriting.

Você vai saber exatamente o que é e como escrever uma carta de vendas persuasiva.

Também falo dos 12 passos da carta de vendas e mostro o passo a passo essencial para escrever discursos vendedores e persuasivos.

Uma estrutura testada e validada por milionários em todo o mundo.

Técnicas essenciais e poderosas

Na sétima aula, eu descrevo 13 técnicas poderosas de copywriting que você pode aplicar em seus textos.

Falo sobre escassez, tática do inimigo comum, falso fechamento, ancoragem de preços, entre outros recursos para ganhar coração e mente dos seus leitores.

Copywriting em diferentes contextos

E para fechar com chave de ouro, eu mostro como você pode aplicar o que aprendeu no curso em diferentes contextos, como:

  • Site.
  • Blog.
  • E-mail.
  • Página de vendas.
  • Redes sociais.
  • WhatsApp.
Aqui você vai conectar os pontos e ter ideias para atrair mais pessoas e vender mais de forma natural. Apenas usando os princípios da persuasão e do copywriting.

Você também vai ter acesso imediato a:

Material Complementar #1 – Declaração de dedicação ao copywriting.

Material Complementar #2 – A filosofia do copywriter (10 mandamentos para ser um bom persuasor).

Material Complementar #3 – Resumo com as 7 sagradas premissas do copy.

Material Complementar #4 – Questionário essencial para planejamento de oferta.

Material Complementar #5 – 67 Headlines que funcionam para você preencher, adaptar e usar.

Material Complementar #6 – Variações do clássico Modelo AIDA e um exercício prático para aprender a gerar atenção, interesse, desejo e ação.

Material Complementar #7 – 4 cartas de vendas milionárias para você se inspirar e praticar.

Material Complementar #8 – Resumo com exemplos de 13 técnicas fáceis de copywriting.

Conteúdo extra:

Versão digital exclusiva do livro Copywriting: o método mais cobiçado do mercado americano – O livro que vai virar a chave do seu cérebro para usar o copywriting em qualquer contexto comercial.

Aula – Como aplicar copywriting no marketing de conteúdo.

Aula – Como escrever scripts vendedores para redes sociais e WhatsApp.

Aula – A criação de e-mails que vendem.

Aula – Como ser um copywriter acima da média e contar histórias que vendem.

Aula – As múltiplas possibilidades para ganhar dinheiro como copywriter.

O curso é 100% online e poderá ser acessado de qualquer dispositivo, como notebook, tablet ou celular.

Os alunos terão suporte diretamente e poderão tirar dúvidas e interagir comigo.

Recentemente, 16 alunos-beta fizeram a inscrição no curso e puderem verificar a qualidade da entrega.

Esses são alguns depoimentos:

E esse é o tipo de reação que o domínio de copywriting provoca, além das vendas, claro:

Agora você deve estar se perguntando…

Como posso me tornar aluno e acessar o curso “Copywriting e Escrita Poderosa”?

É simples…

Após os próximos parágrafos você vai ver um botão verde escrito: “Quero acessar o curso e dominar esse método poderoso”.

O que você precisa fazer é clicar nele…

Você será levado a uma página de check-out onde poderá fazer sua inscrição.

As aulas são simples, relativamente fáceis de seguir e acessível a todos.

Desta forma, não faria o menor sentido se esse curso tivesse um preço absurdo.

Portanto, somente por meio desta carta-convite, você poderá aproveitar as aulas e os materiais complementares e extras com o seguinte benefício:

O preço normal do curso é de R$ 547,00.

Mas hoje você pode acessar todo o conteúdo por muito menos…

Por aqui, o preço sairá por apenas  R$ 297 à vista.

Ou 12 vezes de R$ 29,82.

Ou seja, por apenas 12 parcelas de R$ 29,82, você tem a chance de dominar o método de escrita mais cobiçado do mercado americano — e agora do brasileiro também.

E mais, levará dois bônus inteiramente exclusivos:

1 – Masterclass – Como ganhar dinheiro como copywriter

Focada no profissional de marketing que deseja se especializar em copywriting e faturar alto com a criação de textos comerciais.

Com modelos de apresentação, dicas para conseguir os primeiros clientes, como cobrar por serviços de copywriting, etc.

Esse bônus está avaliado em R$ 197,00, mas você poderá acessar gratuitamente ao se inscrever no curso.

2 – Masterclass – Copywriting aplicado aos negócios digitais

Focada no empreendedor digital que deseja aprender a criar copies poderosos e tornar seu negócio mais lucrativo.

Você saberá como usar esse método em diferentes contextos, como infoprodução, prestação de serviços, marketing de afiliados, etc.

Esse bônus está avaliado em R$ 229,00 , mas você também poderá acessar gratuitamente ao se inscrever no curso.

Agora é hora de tomar a decisão. 

Clique no botão abaixo e faça sua inscrição. 

Se você não me conhece, entendo que possa estar receoso em comprar algo que ainda não viu.

E não há problema nenhum.

Por isso, eu ofereço segurança…

Coloque meus argumentos à prova pelas próximas semanas

Aqui está a garantia deste meu curso de copywriting:

Se ela não corresponder com sua expectativa em 30 dias corridos, você pode cancelar este compromisso e receber o reembolso.

Isso mesmo. Se a partir da sua inscrição, você achar que os R$ 297 não foram bem investidos em seus estudos, basta me enviar um e-mail.

Vou devolver 100% do seu investimento. Sem letras miúdas. Basta pedir o reembolso dentro do prazo e nós cancelamos o seu pedido.

Só um detalhe: após o período de 30 dias, a instituição financeira não autoriza mais o reembolso dos pagamentos, e por esta razão não podemos processar o estorno.

Se você sente como eu que esta é uma proposta justa e razoável, então você quer descobrir sem perda de tempo se o curso Copywriting e Escrita Poderosa pode fazer por você o que está fazendo por dezenas de alunos.

Faça sua inscrição imediatamente e comece a usar o poder do copywriting em sua vida!

Para finalizar, gostaria de lembrá-lo que esse valor de R$ 297 é ridiculamente pequeno comparado ao que você pode ganhar com o copywriting.

Para você ter ideia…

Uma sequência de e-mails completa custa em torno de R$ 1.000.

Uma carta de vendas bem escrita não custa menos que R$ 1.500.

Um projeto básico de copywriting não sai por menos de R$ 5.000.

Tem noção de quanto você pode ganhar dominando o copywriting?

Isso falando de prestação de serviços de copy…

Os ganhos são simplesmente incalculáveis quando você usa o método para escrever para seu próprio negócio.

Lembre-se dos casos que citei acima.

Portanto, você não vai encontrar acesso ao conhecimento de copy em outro lugar por um valor desse.

E como já falei, aqui não existe “pagar para ver” – você tem 30 dias garantidos para pedir seu dinheiro de volta, se quiser.

Ou seja, você não tem nada a perder ao acessar esse curso…

  • Que serve tanto para quem quer trabalhar como copywriter…
  • Quanto para quem tem um negócio e quer vender mais e melhor.

Enfim, agora só depende de você!

Aguardo você junto aos outros alunos,
Paulo Maccedo.

PS.: Um detalhe importante: ao terminar o curso, você receberá um certificado de conclusão emitido pela Nova Escola de Marketing, confirmando a carga horária de 80h. Um belo modo de certificar que você se dedicou a dominar o copywriting.

PPS.: Caso tenha alguma dúvida, envie um e-mail para: paulo@marvedigital.com.br ou dê um “oi” no WhatsApp: 22 99794-0797