Porque você deve investir num advertorial

Porque você deve investir num advertorial

Quanto menos um anúncio se parece com um anúncio e mais parece um editorial, mais os leitores param, olham e leem.

A frase acima foi dita por David Ogilvy, o pai da publicidade moderna. Ela serve como base para o que vamos dizer aqui.

Se você é empreendedor, ou trabalha com marketing digital, talvez já tenha ouvido falar na palavra “Advertorial” ou “Publieditorial”. Talvez até mesmo visto num blog escrito em letras pequenas na parte superior. 

Os Advertoriais estão conquistando o universo digital. Nos Estados Unidos isso eles vêm sendo criados há vários anos. 

Mas que negócio é esse? Por que o conceito está cada vez mais sendo falado por aqui? E como você pode usar isso em sua estratégia? 

Neste artigo, pretendo clarear as ideias sobre Advertoriais. Você vai entender porque deve investir nesse tipo de texto e porque ele vai te ajudar a converter 91% a mais!

Entendendo o Advertorial

O termo Advertorial é uma mistura das palavras advertisement e editorial, ou seja, anúncio e editorial. A criação data 1946 segundo a empresa Merriam-Webster.

Nas publicações impressas, o anúncio é geralmente escrito sob a forma de um artigo objetivo e projetado para parecer ostensivamente uma notícia legítima e independente. Na web as características são praticamente as mesmas.

Diversos blogs e portais hoje apostam nesse tipo de texto para gerar mais resultados na internet. E é fato que os Advertoriais aumentam e muito as taxas de conversão. Isso acontece porque nesse tipo de publicação existem alguns elementos que favorecem as vendas.

Os Advertoriais são diferentes da publicidade tradicional porque o conteúdo imita o conteúdo editorial real, mas servindo para atingir os objetivos de uma marca. 

Embora esta forma de publicação tem sido em torno de um longo tempo, hoje, no marketing digital, elas representam um canal relativamente novo e inexplorado. 

Para os empreendedores digitais que lutam para gerar receita, publicações como essa representam uma maneira de quebrar o tradicional modelo de receita digital de publicidade em banners.

Aliás, é bom você saber que os banners publicitários estão provando ser cada vez menos eficazes ao longo do tempo. De acordo com a Solve Media, é mais provável que você sobreviva a um acidente de avião do que clicar em um banner.

Lembra da frase do Ogilvy que abre este artigo? Então, parece que ele previu nossa cegueira por banners na era digital. 

É por estas razões que os Advertoriais são cada vez mais valorizados por profissionais de marketing. Num artigo aqui do blog, eu cito uma série de artigos que mostram como as pessoas valorizam as notícias.

Para se ter ideia, um levantamento anual do Instituto Reuters de Estudos sobre Jornalismo mostra que ,entre 26 países pesquisados, o Brasil é o país que lidera no uso das redes sociais como principal fonte de informação. 72% das pessoas entrevistadas afirmaram usar as redes sociais para consumir notícias.

Imagine escrever uma notícia capaz de vender seu produto ou serviço sem que o cliente ache que você está vendendo para ele? Esse é um dos poderes do Advertorial, algo que você não pode ignorar se quiser aumentar suas taxas de conversão.

É importante notar que, como regra geral, da maioria das publicações, a palavra “Publieditorial” ou “propaganda” é na maior parte impressa em letras pequenas na parte superior ou inferior da publicação. Alguns sites e blogs escolhem empurrar estes “anúncios” em seções especiais.

Enfim, agora você sabe porque deve investir em advertoriais e tem ideia de como fazê-lo. Caso queira saber mais sobre como ter um advertorial, acesse a página abaixo…

U+21E8.gifComo converter 91% a mais com textos em forma de notícias

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é autor de livros sobre marketing e criação de riquezas e copywriter de resposta direta. Escreveu 2 livros best-sellers sobre escrita persuasiva, um deles, considerado o livro mais completo sobre copy do mercado brasileiro. Carioca, casado, pai do Peter Gabriel, gosta de rock, churrasco e literatura.

Este post tem 2 comentários

  1. Paulo, vim até este artigo porque foi o primeiro lugar onde vi tratar sobre advertorial.
    Ele é como se fosse uma versão online do famoso release de jornal impresso?

    1. Sim, praticamente.
      Conquanto tenha ganhado outras abordagens na web.
      Mas, em essência, é a mesma coisa.

Deixe uma resposta

Fechar Menu