Como elaborar um calendário editorial de conteúdo

calendário editorial de conteúdo

Organização e planejamento são essenciais para o sucesso de uma estratégia de conteúdo. Você precisa garantir esses pontos para assegurar a recorrência e a relevância de seus conteúdos, permitindo a entrega de informação no tempo certo, com disciplina, para seu público-alvo.

Toda empresa que desejar fazer a diferença no mercado precisa se valer de um calendário editorial. Nele é possível definir com antecedência o que será produzido, bem como estruturar outros pontos fundamentais de uma ação de conteúdo.

Assim você não perde tempo buscando ideias e novas inspirações de publicações para o dia, por exemplo, e torna a comunicação com o leitor mais precisa.

Fiz este post na intenção de lhe ajudar a desenvolver um cronograma de publicações eficiente. Confira!

Como Planejar seu Calendário Editorial de Conteúdo

Ferramentas

Começo falando das ferramentas que podem lhe ajudar com a organização. Destaco que cada profissional ou empresa tem seus meios de se planejar. Alguns usam os tradicionais quadro branco e postites, enquanto outros, softwares e aplicativos.

Muito de minha organização se vale planilhas, mas gosto muito do Evernote, um aplicativo de de gestão bastante eficiente. Se você preferir, pode recorrer também as ferramentas gratuitas do Google, presentes no Drive, como o Calendar.

Mas também pode usar um bom software de gestão, gratuito ou pago. Neste caso, o Basecamp e Kapost são os mais indicados. São ótimas ferramentas para criar e organizar um fluxo de trabalho.

O que definir em um cronograma de publicações?

Não dá para apontar um padrão de como produzir um calendário editorial de conteúdo, pois isso parte da visão de cada empresa, do profissional responsável e do objetivo do marketing.

Mas considere os seguintes pontos:

– Público-alvo (personas);

– Objetivo (gerar tráfego, atrair audiência, aumentar autoridade);

– Canais a serem utilizados (site, blog, redes sociais, etc.);

– Formatos (vídeo, artigos, podcasts, etc.)

– Temas, Títulos, distribuição, tom de voz e linguagem;

– Métricas a serem monitoradas e analisadas.

Essa é uma relação simplificada de um panorama de uma estratégia de conteúdo, mas  que forma um bom ponto de partida para quem deseja começar a estruturar uma produção.

Sendo ainda mais objetivo, veja agora o que pode ser basicamente definido:

#1. Temas

Os temas a serem abordados precisam estar alinhados às necessidades de público-alvo. Lembre-se que uma das funções do marketing de conteúdo é promover a consciência e a educação dos leads. 

É essencial conhecer bem sua audiência e saber o suas personas estão buscando na rede. Os temas, geralmente, precisam ajudar seus leitores a resolver problemas, mas outros objetivos podem ser encaixados como o entretenimento e a informação.

#2. Títulos

Os títulos, obviamente, devem ser baseados nos temas. Você pode pré-definir a quantidade de temas a partir do assunto principal de seu blog e ir explorando os títulos a parti das vertentes mais interessantes.

Por exemplo, o tema central desse blog é o Marketing Digital, mas divido os temas em Inbound marketing, Marketing de Conteúdo, Produção de Conteúdo e etc. Daí, surgem os títulos co base em assuntos que formam “tentáculos” dessas categorias.

#3. Quantidade

Se sua intenção é elaborar um calendário para os próximos 3 meses, lançando 8 posts por mês, por exemplo, terá o total de 24 posts. Então, seu calendário precisará de 24 títulos previamente aprovados, o que pode variar conforme sua estratégia e abordagem.

Você pode organizar outros formatos da mesma forma. 1 podcast por semana, um vídeo a cada 15 dias, um e-book por mês, enfim, defina os formatos e quantidade de conteúdos que você pretende produzir nos próximos dias.

#4. Datas e horários

Nessa etapa você deve definir os dias e horários das publicações. Como citei anteriormente,  meus posts são lançados aqui as terças e quintas, sempre por volta de 12:00 a 15:00. Períodos que o público mais interage.

Você pode analisar isso antes da definição da estratégia, num todo, mas você pode iniciar sua produção mesmo sem ter noção exata dos horários e dias, e ir testando no decorrer do tempo.

Comunicação com o profissional de conteúdo

Quando há uma agência ou redator profissional criando seu conteúdo é importante desenvolver uma boa comunicação com eles. A ideia é garantir maior organização no fluxo de produção e tornar o calendário editorial de conteúdo efetivo.

Procuro sempre estar em sintonia com meus clientes, para que juntos desenvolvamos um cronograma eficiente. Geralmente, ele me passa os temas com antecedência, desenvolvo um briefing, crio os títulos e produzo tudo com antecedência. Aliás, se você quiser conversar comigo sobre sua estratégia, só me enviar uma mensagem por aqui.

É bom deixar um espaço para a revisão e possíveis ajustes. O ideal é que quando chegue a data da postagem, você só tenha o trabalho de publicar. Após a publicação, espere o ciclo definido se completar e meça os resultados.

Mais elementos para serem pensados?

Se quiser explorar ainda mais pontos de um bom cronograma de publicações, veja a lista de elementos que podem complementar o que já foi tratado:

– Detalhes da pauta

– Link de referência (se houver)

– Palavras-chaves

-Categorias

– Finalidade do conteúdo (ciclo de compra topo,meio e fundo de funil)

– Multimídia (imagens, vídeos, gráficos, recursos incluídos)

– Pessoa da equipe responsável

– Prazo

Um calendário editorial bem desenvolvido ajuda e muito no sucesso de seu marketing. Que tal agora pensar em novos temas e começar a produzi-los para seus que seus leitores tenham bons posts com recorrência?

Lembre-se que seu calendário editorial de conteúdo deverá ser feito com base nos aspectos fundamentais de sua estratégia, de forma personalizada. Adapte o sistema para seu negócio para elevar seus resultados na prática e não se esqueça de medir os resultados.

Espero ter sido útil mais uma vez. Alguma consideração a fazer? Se sim, deixe um comentário!

Tudo o que você precisa saber para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas usando o poder da persuasão e copywriting!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é autor de livros sobre marketing e criação de riquezas e copywriter de resposta direta. Escreveu 2 livros best-sellers sobre escrita persuasiva, um deles, considerado o livro mais completo sobre copy do mercado brasileiro. Carioca, casado, pai do Peter Gabriel, gosta de rock, churrasco e literatura.
Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é autor de livros sobre marketing e criação de riquezas e copywriter de resposta direta. Escreveu 2 livros best-sellers sobre escrita persuasiva, um deles, considerado o livro mais completo sobre copy do mercado brasileiro. Carioca, casado, pai do Peter Gabriel, gosta de rock, churrasco e literatura.

Este post tem 3 comentários

Deixe uma resposta

Quem gostou deste artigo leu um desses

Fechar Menu