Como conseguir clientes como copywriter?

dream-job-2904780_1920

“Paulo, como conseguir clientes como copywriter?”

Essa é uma pergunta que eu recebo com certa frequência, tanto de alunos como de seguidores. 

Se você caiu aqui, provavelmente porque tem a mesma dúvida.  Então confira o que listei nas próximas linhas!

A primeira coisa. Se você está buscando vender serviços de copy, acredito que já tenha uma pequena base de conhecimento para começar a aplicar. 

Certo, por que não usar o que sabe para oferecer sua expertise? Se você é capaz de aplicar o que aprendeu nos produtos e serviços de terceiros, consegue fazer o mesmo consigo mesmo.

Portanto, não peque no básico. Copywriter é vendedor, e vendedor sabe vender a si mesmo de alguma forma.

Dito isso, o que posso dizer? Bem, a maneira mais tradicional de vender algo é com prospecção direta. Ou seja, bater de porta em porta. No caso do mercado digital, é entrar em contato com prospecto, seja por e-mail ou por inbox.

Sei que pode parecer intrusivo, mas se você for criativo, pode dar certo. Mu primeiro cliente no meio digital foi conquistado com um copy curto em inglês enviado no inbox dele.

Outra dica é apostar em networking. Capital de rede é um dos mais poderosos em qualquer nicho. Se você tiver os contatos certos, jamais ficará sem job.

Networking significa se relacionar com pessoas, fazer amizade, pegar contato e se manter no radar de possíveis clientes e parceiros que possam recomendá-lo.

Aliás, indicação é uma boa porta de entrada de clientes. Assim, se você tem pessoas que possam indicá-los a outros, será mais fácil fechar novos contratos. Você mesmo pode incentivar seus clientes a lhe passarem contatos de outros potenciais contratantes.

Outra dica é estar onde a conversa rola. Participar de grupos destinados ao copywriting pode render alguns clientes. Alguns contratantes estão sempre procurando profissionais para ajudá-las com seus projetos. Se você for ágil e proativo nesses ambientes, pode sair na frente.

Criar conteúdo sobre sua área de expertise também é um dos canais mais eficientes a médio e longo prazo.

Principalmente se for conteúdo fácil de ser encontrado, através de SEO ou em redes sociais como essa. Conteúdo tende a torná-lo uma autoridade, e autoridades vendem mais facilmente.

Por fim, se fizer sentido para você, busque empregos em agências ou empresas que contratam mão de obra em copy. Esse é o caminho mais óbvio para quem não quer viver o risco constante de ser profissional liberal ou empreendedor.

Esses são alguns caminhos aparentemente simples, mas claro que todos têm seu nível de dificuldade e tudo vai de acordo com seu perfil de profissional. 

Você pode optar por um desses caminhos ou mesmo criar estratégias que abranjam mais de um para chegar ao seu objetivo. 

Lembre-se que para começar você só precisa de um cliente. Feche o primeiro, dedique-se, entregue resultados e então siga para o próximo. 

Tudo o que você precisa saber para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas usando o poder da persuasão e copywriting!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.
Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.

Deixe uma resposta

Quem gostou deste artigo leu um desses

Fechar Menu