Marketing de conteúdo X Marketing de Resposta Direta

Marketing de conteúdo X Marketing de Resposta Direta

Quando comecei a vender pela internet, inbound marketing e marketing de conteúdo estavam em alta.

Pude perceber uma excelente oportunidade para entrar no mercado digital vendendo minha expertise, a escrita, produzindo conteúdo.

Aprendi que inbound marketing é o conjunto de estratégias de marketing que visam atrair e converter clientes usando conteúdo relevante.

Diferente do marketing tradicional, no inbound a empresa não vai atrás de clientes, mas explora canais como mecanismos de busca, blogs e redes sociais para ser encontrada.

O marketing de conteúdo tem uma proposta semelhante e, geralmente, acontece dentro de uma estratégia de inbound.

Algumas abordagens definem o marketing de conteúdo com uma estratégia de relacionamento com o consumidor e o inbound marketing como uma estratégia de conversão e vendas.

Esse tipo de marketing é mais “passivo” em relação a outros modelos, como o marketing de resposta direta, o tipo de marketing, ao meu ver, muito eficiente e mais indicado para as pequenas empresas e negócios que atendam a cientes finais.

Ele é focado em uma resposta direta, ou seja, ações que levem os clientes em potencial dar respostas sobre essas ações de maneira imediata.

Com essa modalidade será possível perceber nuances importantes do mercado, antes de desperdiçar dinheiro.

As ações estão focadas em fazer com que as pessoas que tem acesso a tal conteúdo busquem imediatamente por formas de contatá-lo, seja por e-mail, telefone, redes sociais e outras formas.

Ela se distingue dos primeiros porque é possível ter ideia mais rápida de quais ações dão uma melhor resposta.

Na época de atuação mais direta dentro do inbound, passei a usar elementos de resposta direta nos conteúdos.

Eu pensava que não precisava esperar o cliente passar por toda a jornada de compra antes de fazer uma oferta. Às vezes, já nas primeiras abordagens, o cliente comprava.

Meus maiores cases como criador de conteúdo foram usando essa mescla de modelos.

Hoje, como copywriter, dedico-me muito mais ao marketing de resposta direta do que ao inbound, mas estou certo de que não precisa haver rivalidade.

Vejo muitos profissionais de inbound com crenças limitantes, achando que qualquer proposta mais direta (antecipada ou não) é agressiva e ofensiva.

Em contrapartida, há muitos homens de resposta direta desprezando o poder de um bom conteúdo e do relacionamento.

Eu passeio pelos dois mundos com tranquilidade. Entendo que não preciso necessariamente usar somente o martelo ou a chave de fendas se tenho uma caixa de ferramentas à minha disposição.

“Conteúdo constrói relacionamentos. Relacionamentos são baseados em confiança. Confiança gera receita.” – Andrew Davis

“A resposta é uma das cinco chaves do marketing direto bem-sucedido. E se você tem isso, os outros quatro não importam.” — Jared Braverman

Ambos estão certos.

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é autor de livros sobre marketing e criação de riquezas e copywriter de resposta direta. Escreveu 2 livros best-sellers sobre escrita persuasiva, um deles, considerado o livro mais completo sobre copy do mercado brasileiro. Carioca, casado, pai do Peter Gabriel, gosta de rock, churrasco e literatura.

Deixe uma resposta

Fechar Menu