Marketing nas redes sociais: como construir audiência, engajar seguidores e posicionar sua marca na internet

Marketing nas redes sociais: como construir audiência, engajar seguidores e posicionar sua marca na internet

Pare por um momento agora e seja sincero com você mesmo:

Quanto tempo você gasta usando mídias sociais? Já chegou a calcular isso?

Bem, fizeram um cálculo sobre o uso de redes sociais e descobriram que esse tipo de mídia ocupa muito do nosso tempo (e atenção!).

E aqui no Brasil, a coisa é ainda mais intensa…

Para se ter ideia, 45% da população brasileira acessa o Facebook mensalmente.

Desde que as mídias sociais surgiram, ano a ano seus adeptos crescem com velocidade. Sem a menor sombra de dúvidas, você que tem um negócio, deve dar atenção para sua presença nas redes sociais.

Caso você ainda não esteja fazendo isso, sugiro que comece agora!

Fiz esse artigo para te ajudar a entender a importância dessas plataformas no ambiente digital.

E também para te dar orientações de como fazer seu marketing nas redes sociais de uma forma não tão formal.

Fique comigo mais um pouco, vamos bater um papo bem legal sobre o assunto.

No fim você estará mais bem preparado não somente para chamar a atenção de seu público, mas também para interagir mais com suas mensagens e, claro, comprar de você!

Por que você deve investir em marketing nas redes sociais

marketing nas redes sociais

Conectar pessoas e compartilhar informações e opiniões é um comportamento inerente a todo ser humano, e pelo jeito, algo tão antigo quanto andar para frente.

A “comunicação em redes sociais” existe muito antes do advento da tecnologia. O Jornalista inglês Tom Standage tem uma tese interessante.

Segundo ele, o inventor da primeira rede social foi o filósofo e político Marco Túlio Cícero, há mais de 2 mil anos, na Roma Antiga.

Ele explica que Cícero usava um de seus escribas para redigir mensagens em rolos de papiro que eram enviadas para uma espécie de rede de contatos.

As pessoas do grupo, por sua vez, copiavam os textos, acrescentavam seus próprios comentários e repassavam a mensagem.

Séculos depois, as redes sociais consolidadas no ambiente digital, caíram no gosto do povo e acabaram influenciando os hábitos cotidianos na vida das pessoas.

Só o Facebook, a maior de todas as redes sociais, tem mais de 2 bilhões de usuários pelo mundo todo. Desse público, 1 bilhão acessa a plataforma todos os meses.

O Instagram, outra rede social da mesma empresa, registrou 800 milhões de usuários por mês, sendo que 500 milhões acessam a rede todo santo dia.

Para se beneficiar de todo esse mercado, você precisa ter uma boa estratégia de comunicação. Afinal, as redes sociais impactam diretamente o dia a dia das pessoas e inclusive influenciou outras mídias, principalmente a televisão. 

Uma pesquisa realizada Nielsen Company mostrou que 25% dos telespectadores da televisão tomam conhecimento da grade de programação pelas mídias sociais.

E que dois terços deles usam aparelhos mobile como segunda tela enquanto assistem TV.

Pense…

Quantas vezes você já viu alguém postando alguma coisa sobre um programa que estava passando ali na hora?

O brasileiro é um aficcionado por redes sociais

Nossa população está entre as que mais utilizam redes sociais em todo o planeta, os números impressionam.

Definitivamente somos um dos maiores mercados do mundo e isso está chamando a atenção de muitas agências estrangeiras de marketing nas redes sociais.

As redes sociais trouxeram a dinâmica de interação entre pessoas, empresas e instituições em tempo real.

Isso mexe com uma necessidade básica de todo ser humano:

A de socializar, de conversar e interagir com outras pessoas.

650 horas por mês são dedicadas às redes sociais

Quando o assunto é quanto tempo se gasta com redes sociais, o brasileiro é líder!

A média do tempo que dedicamos a isso é 60% maior que a do resto do mundo todo.

Esses são os dados divulgados pela comScore na pesquisa “Digital Future Focus Brazil 2015”.

Em segundo lugar, os brasileiros gastam 290 horas com sites de notícias, entretenimento e esportes.

Portanto, não há dúvidas que se você quer atrair a atenção do seu público você precisa ter um bom marketing nas redes sociais, pois são nelas que gastamos a maior parte do nosso tempo na internet.

80% dos brasileiros acreditam naquilo que leem nas redes sociais.

O poder das redes sociais está muito além da socialização e do entretenimento, as atividades que acontecem nelas afetam diretamente a forma como seus usuários enxergam o mundo.

E esse é um forte motivo para se dedicar em marketing nas redes sociais.

Uma pesquisa publicada pela CNT/MDA constatou que a 80% dos brasileiros acreditam no que é publicado nas redes sociais.

O Brasil é a 3º maior população do mundo no Facebook

De todos os brasileiros conectados na internet, existem 139 milhões de usuários ativos no Facebook em nosso país.

É o que aponta a pesquisa “We Are Social”, divulgada no primeiro semestre de 2017.

O Facebook aqui no Brasil é mais que uma rede social, chega a ser um fenômeno sociológico. É difícil de acreditar, mas tem muita gente que não sabe que a internet é muito mais que essa rede social.

Um relatório divulgado pela Quartz revelou que 55% do brasileiros que foram entrevistados na pesquisa acreditam que o Facebook é a própria internet em si.

O Brasil é a segunda maior população usuária de Instagram

O brasileiro tem essa natureza de aderir facilmente a novidades. Lembra do Orkut? Nós dominávamos a parada. E hoje em dia ainda estamos no páreo nas redes sociais.

Segundo o diretor de negócios do Instagram, Vishal Shah, nosso país tem a segunda maior base de usuários dessa rede social, alcançando a marca de 50 milhões de brasileiros ativos na rede por mês.

A plataforma do Instagram, que foi comprada pelo Facebook em 2012 por nada menos que 1 bilhão de dólares, hoje tem 800 milhões de usuários ativos por mês, conforme revelou Carolyn Everson, executiva do Facebook.

Todos esses números realmente impressionam e mostram como é importante ter atenção com o marketing nas redes sociais.

Mas todo esse mercado potencial não vale de nada para você caso não saiba como usar as redes sociais a favor do seu negócio.

Agora que você já teve uma noção do grande mercado potencial nesse tipo de mídia, vou compartilhar umas umas dicas que podem te ajudar bastante.

Tenho aprendido muito com o uso dessas plataformas e hoje posso dizer que consigo ter um bom marketing nas redes sociais.

Entenda o funcionamento das Redes Sociais

As redes sociais online são divididas em dois grupos:

1). As redes sociais de relacionamento (FacebookTwitterInstagramGoogle+YoutubeMySpaceBadoo).

2). Redes profissionais, como o LinkedIn.

Um ponto comum dentre as diversas redes sociais é o compartilhamento de informações, interesses, conhecimentos e esforços em busca de objetivos comuns, e nisso entra em cena o contexto comercial e mercadológico.

Com as muitas redes sociais, os consumidores estão em contato frequente com as marcas. Este fato resulta numa revolução tecnológica caracterizada por uma forte mudança de hábitos.

Os smartphones e tablets colocam o mundo nas mãos do consumidor.

Isso tem impacto direto no marketing e na forma como as empresas se comunicam com os consumidores. Por conta desse fenômeno, o modo tradicional de fazer marketing se torna ineficaz.

As marcas não conseguem mais controlar suas comunicações nem o que se diz sobre elas nas redes sociais.

O consumidor é quem tem o poder nas mãos. Ele participa em todo o processo de comunicação.

Para se destacarem, as marcas então precisam gerar conteúdos relevantes, pertinentes e focados nos desejos e necessidades dos consumidores de forma a terem “permissão” para falar com eles.

E isso pode ser feito através do marketing nas redes sociais.

Enquanto buscava informações para este artigo, me deparei com uma espécie de gráfico interessante que explica como os diferentes grupos de pessoas interagem na internet hoje.

Isso pode te fornecer alguns insights sobre como atrair e conquistar pessoas fazendo marketing nas redes sociais.

marketing nas redes sociais

O conteúdo que funciona nas redes sociais

Um dos maiores erros que uma empresa pode cometer hoje é falar apenas sobre o que ela vende.

Para fazer marketing nas redes sociais, é preciso entender que as coisas não funcionam como antigamente. Não basta apenas divulgar.

Com o celular ou tablet em mãos, as pessoas ouvem músicas, leem livros, se informam sobre as celebridades que gostam, assistem séries na Netflix, dão opinião sobre política, conversam com os amigos, jogam online.

Seu marketing nas redes sociais compete com as preferências do seu público.

Não cometa a gafe de apenas criar conteúdo promocional sobre o que você faz.

Se limitar a fazer anúncios, banners, chamadas sobre seu produto ou serviço e espalhar frases como “Clique Aqui”, “Compre Agora” e “Aproveite a Oferta”.

Isso não funciona isoladamente.

Não mais.

A ideia é integrar seu conteúdo ao que as pessoas estão consumindo.

Mostrar aos seus seguidores que você sabe do que eles estão falando, criar conteúdo que que faz ponte com os assuntos que eles gostam de acompanhar. Isso é o que faz sentido para eles.

Trate de abandonar a velha maneira de vender. Entre no contexto cultural do seu cliente. Esse é o tipo de marketing que funciona na internet.

Duvida? Dê um passeio pela web e você vai ver que as marcas que mais se destacam estão fazendo isso de alguma forma.

O Poder do Microtexto: um formato que o público consome

marketing nas redes sociais

Ler é como alimentar a mente com informação, assim como alimentamos o corpo com comida.

A vida acelerada das grande metrópoles criou uma demanda de mercado de comidas rápidas.

Na correria do dia-a-dia, é muito comum as pessoas se alimentarem com coisas rápidas e práticas.

Quando chegamos à era digital, nos sujeitamos a uma hiper exposição de estímulos audiovisuais, e o nosso cérebro se habituou a se alimentar com comidas rápidas.

Principalmente nas redes sociais, onde conseguimos ignorar informações com um simples deslize no touch-screen, temos uma tendência a consumir textos de leituras mais rápida.

Microtextos são pequenos, mas poderosíssimos textos, se você souber usá-los. Sao posts curtos, rápidos e certeiros podem ampliar seus resultados com o marketing nas redes sociais, e isso eu afirmo com base na minha experiência.

Eu gosto de escrever “textões”, mas também incluo microtextos em minhas estratégias:

Você pode, por exemplo, escrever mensagens instrucionais ou narrativas. Pode compartilhar insights, espalhar ideias, falar coisas que aconteceu com você durante o dia, publicar citações.

Acredite, muitas vezes, uma pequena frase ou palavra já é capaz de provocar buzz e engajamento.

  • Em muitas estratégias de marketing nas redes sociais, os maiores impactos estão nos menores textos. Dependendo de sua visão e criatividade, é possível conseguir boas taxas de conversão com suas postagens.

Você pode usar o Facebook (ou o Twitter, se fizer sentido) como laboratório de comunicação com sua audiência.

O Tio Mark Zuckerberg não colocou as funções “Like” e “Compartilhar” em vão. Aposte nos microtextos e gere resultados com seu marketing nas redes sociais.

Aposte em publicações nativas

Preciso dizer agora para você que se, quiser acertar no seu marketing nas redes sociais, você nunca pode parecer intrusivo.

Não seja um “ruído” na experiência do usuário que está navegando. Caso isso aconteça, você pode ser sumariamente ignorado.

Existe uma maneira eficiente de anunciar seu produto ou serviço, convertendo vendas através das redes sociais.

Uma ótima solução para fazer marketing nas redes sociais é fazer publicações informativas ou divertidas de qualidade para a sua audiência sobre temas que estejam relacionados àquilo que você quer promover.

Quando suas publicações refletem um conteúdo que agrega algum valor na vida da sua persona, ela vai prestar atenção no que você tem para dizer ou para mostrar

Ao final da publicação, aposte em um CTA (call to action) que gere algum tipo de engajamento, como por exemplo perguntar a opinião do leitor ou convidá-lo a te chamar no inbox para saber mais sobre o assunto.

Lembre-se: o princípio básico das vendas é relacionamento. E essas plataformas promovem isso, interações sociais no ambiente digital.

Seu marketing nas redes sociais pode ser muito mais potente com publicações autênticas que falam sobre o interesse do seu público, pois isso vai atingir o campo emocional e provocar uma conexão mais sólida com essas pessoas.

As publicações nativas vão ajudar você a divulgar aquilo que você vende se integrando ao fluxo do consumo de informação do seu público. Isso é muito poderoso.

Como ampliar seus resultados nas principais redes sociais

marketing nas redes sociais

Na hora de planejar o seu marketing nas redes sociais, considere que cada plataforma tem suas peculiaridades e funcionam de maneiras distintas, além de ter um comportamento diferente de seus usuários.

Vamos falar um pouco sobre algumas práticas nas que podem ajudar nos seus resultados com marketing nas redes sociais.

Facebook

Facebook anuncia que a rede social é acessada por um bilhão de usuários de todo o mundo todos os dias. 

Desse número, 99 milhões são brasileiros ativos por mês na rede social do Tio Mark Zuckerberg. 

Perfil

Eu sou idealista quanto ao uso do perfil numa estratégia de marketing nas redes sociais. Boa parte do tráfego, engajamento e conversão do meu negócio hoje vem do meu perfil pessoal. Nele eu consigo muitas vezes engajar cerca de 10 a 15% de minha audiência. Você pode me seguir aqui para ver como eu trabalho!

Você pode apostar nisso, desde que faça sentido.   Profissionais liberais, coachs, consultores, enfim, empresas “Você S.A” podem garantir bons resultados. Aliás, se sua empresa é mais formal, B2B, eu sugiro que direcione seus esforços para uma fanpage em vez de perfil.

Fanpage

Percebi algo interessante observando a página do Guaraná Antártica:

A marca está dando um show de marketing nas redes sociais, usandode vídeos curtos e Gifs. Percebi que estão fazendo uso forte do Storytelling e do transmídia. A página oficial já ultrapassa os 16 milhões de seguidores.

Muito legal também a atenção que dão aos fãs nos comentários. Valorizam a interação, sabem o valor do engajamento. Eu nem curto guaraná, mas acabei de seguir a fanpage para acompanhar.

Eu achava massa as publicações da página do Guaraná Kuat, um dos concorrentes diretos. Hoje percebi que as publicações pararam (a última é de dezembro de 2015). Devem ter direcionado a verba para outras coisas.

Podemos tirar várias lições disso:

  • O Guaraná Antártica é tradicional e se vende sozinho, mesmo assim decidiu continuar investindo forte em campanhas publicitárias e no relacionamento com os consumidores usando marketing nas redes sociais.
  • A marca está aproveitando todo o poder da internet. Testam diversas iniciativas em diversos canais e ferramentas online. Já até produziram um RPG e uma Websérie com ajuda dos fãs.
  • Marcas pequenas podem se inspirar. Mesmo investindo menos, toda pequena empresa hoje tem acesso às mesmas ferramentas que a Antárctica tem.
  • A Coca Cola está perdendo uma grande oportunidade de criar experiência com os consumidores e aumentar a preferência pelo Kuat, ao contrário da Antárctica nesse caso.

Instagram

Aqui é a imagem quem manda. Essa rede social é caracterizada pelo sua ênfase na experiência visual, com fotos, imagens e vídeos curtos. A plataforma pode ser utilizada como uma espécie de revista online do seu negócio ou de você mesmo.

Porém deve-se tomar o cuidado de não ficar forçando a venda, postando fotos de seus produtos com suas ofertas.

Humanize seu negócio

No Instagram, a premissa de que a oferta direta é um ruído na experiência do usuário também vale. O que as pessoas querem é sentir alguma conexão com a sua identidade visual. Portanto aposte mais em postar imagens que contam histórias ou que mostrem situações inusitadas, sempre relacionando isso com o universo daquilo que você quer promover.

Por exemplo, imagine que você esteja promovendo um escritório de arquitetura no Instagram. Você pode postar fotos de uma obra que está em andamento, ou mostrar os bastidores do seu escritório.

Valorize a Biografia do seu Perfil

No seu marketing nas redes sociais é importante que você deixe de maneira fácil de ser encontrada as informações mais importantes que possibilitam converter um visitante do seu perfil em um cliente. E o recurso da biografia facilita isso no Instagram.

Na biografia você pode deixar um resumo bem curto sobre o que você faz, de preferência com uma frase curta. Deixe também suas informações de contato, como telefone, email, fanpage no Facebook e até mesmo seu endereço.

Um ponto importante também é deixar na biografia o link para o seu site ou blog. Além de levar tráfego para seu negócio, essa prática pode otimizar o SEO do seu site.

#Hashtags: espalhando suas postagens pela rede

Esses elementos se tornaram parte do vocabulário popular, tomando inclusive rodas de conversas pessoais. As hashtags tem um poder impressionante para o marketing nas redes sociais.

Elas funcionam como palavras-chave que linkam as suas postagens com o assunto com o qual a sua foto se relaciona. As hashtags são capazes de fazer hiperlinks dentro da rede, sendo até mesmo indexáveis pelos motores de busca.

Tanto no Instagram quanto no Facebook, as hashtags agrupam todas as postagens que contenham uma palavra específica. Quando você clica numa hashtag ou quando faz uma busca, serão exibidas todas as postagens de toda a rede que contenham ela.

E aqui vai uma dica preciosa de marketing nas redes sociais: analise sua persona no Instagram e descubra quais são as hashtags que ela mais utiliza e aplique-as também em suas postagens.

Isso vai influenciar os algoritmos da plataforma e vai acabar conectando o seu conteúdo à mais pessoas que dentro do seu público-alvo.

LinkedIn

Aqui o ambiente é muito mais profissional, e para que seu marketing nas redes sociais inclua essa plataforma com sucesso, você precisa ter atenção com alguns detalhes.

A principal função do LinkedIn é conectar recrutadores e profissionais que buscam uma oportunidade. A plataforma atrai todos os anos uma legião de jovens que buscam um novo emprego.

Porém, mesmo nessa rede, é importante que você aposte muito em conteúdo. Mas nesse caso, o conteúdo deve ser mais técnico e formal, diferente do caráter “gente como a gente” que faz mais sucesso em redes como o Facebook e o Instagram, por exemplo.

Gerar conteúdo relevante no seu perfil que esteja diretamente conectado com as suas expertises te trarão autoridade e aumentarão as suas chances de ser contratado por alguém que necessite dos seus serviços.

Mantenha seu perfil sempre atualizado e crie um bom resumo sobre você. Imagine que através disso um recrutador saberá o que é mais importante a respeito da sua carreira profissional e suas competências.

É muito importante também criar interações com as suas conexões para que você tenha mais visibilidade e amplie sua rede de contatos. Comente os conteúdos, dê dicas em comentários, parabenize as pessoas pelas suas conquistas. Estimule constantemente o seu relacionamento.

3 dicas mais do que práticas para você acertar no marketing nas redes sociais

marketing nas redes sociais

#1 – Tire a gravata

O ambiente nas mídias sociais é formado por pessoas que gostam de interagir com outras pessoas.

Nesse contexto, as marcas devem ser mais humanas para entrar na conversa. É preciso sair da linha formal, racional e explorar um lado mais informal e emocional. Isso será determinante para o engajamento.

Muitas empresas e empreendedores agem nas mídias sociais como um executivo de terno e gravata, mas no ambiente estão todos de chinelo, camisa regata, tomando água de coco num papo espontâneo na beira da praia.

É preciso estar mais despojado para se comunicar com o público.

#2 – Admita seus erros

Errar e não admitir pode ser fatal. Em muitos casos, admitir um erro e pedir desculpas será muito mais eficiente do que fingir que nada aconteceu.

Tentar abafar um problema pode ser determinante para afastar seguidores e jogar sua imagem no chão.

Nos Estados Unidos, a marca Domino’s Pizza assumiu publicamente, por meio de uma campanha a falta de qualidade de seu produto. Apesar de ter sido arriscada, a atitude se mostrou transparente e contribuiu para melhorar os serviços da empresa.

E o marketing nas redes sociais contribuiu muito para essa campanha.

Agir com transparência pode manter e até gerar respeito e credibilidade por parte consumidores.

Tome cuidado, pois na internet uma pisada na bola pode fazer desmoronar todo o trabalho de anos de construção de uma marca.

No Brasil existe o caso da Bel Pesce, empreendedora popular que após o fracasso da operação de financiamento coletivo para criar uma hamburgueria, foi questionada publicamente sobre seu currículo.

Tudo indica que ela realmente havia “inflado” as informações, o que abalou sua imagem nas redes. Um pedido desculpas delas ao menos amenizou a situação.

#3 – Aposte na dose certa de opinião

Nas redes sociais, todos parecem estar o tempo todo “à flor da pele”. Existem verdadeiras torrentes de opiniões, análises e discussões fervorosas a respeito dos mais variados temas.

E nesse contexto, os assuntos polêmicos geram muita interação e acaba revelando ótimas oportunidades para seu marketing nas redes sociais.

Meu blog completou dois anos em 2017. Depois da mudança total no layout, comecei a apostar numa linha editorial diferente de tudo o que tinha feito até então.

Meus textos ganharam um tom mais ousado (e por que não corajoso?). No Facebook, vez ou outra, transmito minha opinião sobre temas controversos. Tem funcionado.  

Alguns textos que podem te ajuda a construir uma estratégia desse tipo, são:

O guia politicamente incorreto do posicionamento de marketing

Uma visão não ortodoxa sobre marketing no Facebook e outras redes sociais

Não deixe dinheiro na mesa

As redes são como praças públicas ou locais badalados onde você encontra pessoas e conversa com elas a todo instante.

Essas plataformas revolucionaram, num certo grau, a maneira como a sociedade se relaciona.

Através delas nós conversamos, expressamos nossas opiniões, nossas preferências e também nos entretemos. Por isso elas aglutinam tanta gente 24 horas por dia.

Fazer marketing nas redes sociais é quase que imprescindível para o seu negócio ter mais resultados. Justamente porque, a cada ano que passa, elas ocupam cada vez mais espaço na vida das pessoas.

Enfim…

Espero que esse artigo tenha deixado claro a importância do marketing nas redes sociais e que as dicas agreguem valor na sua performance.

E se você gostou desse conteúdo, te faço um convite especial: 

Acompanhe o nosso conteúdo em primeira mão, recebendo todos os nossos artigos assim que eles saem do forno.

Quanto mais cedo você obtém informação, mais rápido você aplica nos seus negócios.

Para isso, basta se cadastrar em nossa lista VIP!

About Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é escritor best-seller, profissional de marketing e copywriter. Além de escrever livros, trabalha ajudando empreendedores a influenciar pessoas e construir negócios mais lucrativos usando o poder das palavras.

Deixe uma resposta

Fechar Menu