Como perder o medo de gravar vídeos e destravar seu potencial criativo

gravar vídeos

Trabalho com marketing e comunicação há 7 anos.

Nesse tempo, já fiz inúmeras coisas relacionadas à criação, escrita, apresentação, etc. Já redigi anúncios, notícias, matérias, ministrei palestras, workshops e aulas ao vivo. Nunca liguei de estar à frente falando para as pessoas, mas havia algo que simplesmente me dava muito medo…

Gravar vídeos.

Eu não conseguia falar para câmera, de forma alguma. Lembro-me como se fosse hoje de um dia em que fui escalado pelo meu antigo patrão para cobrir um evento na rua e simplesmente não consegui falar. Quando a câmera era ligada, eu travava, gaguejava, embolava as falas.

Fizemos uma série de takes, mas no fim, decidimos não lançar a matéria porque nada foi aproveitável. Eu não entendia porque isso acontecia, pois não rolava algo parecido quando eu precisava subir num palco e ministrar para um auditório. Era a maldição da câmera ligada.

Qual era o motivo do meu medo?

Acabei descobrindo que existem algumas razões que fazem a pessoa ter medo de gravar vídeos, como o pavor de ser o centro das atenções, o medo da crítica, achar que não tem carisma, a ausência de prática e a falta de controle sobre a própria imagem.

Analisei todos esses motivos. Fui eliminando as opções: não sou do tipo que liga para o que as pessoas dizem, não me incomodo de ser o centro das atenções, não esquento de não parecer carismático e sou bastante disciplinado.

Então percebi que o problema estava na falta de controle sobre a própria imagem. Era isso que me preocupava tanto.

gravar vídeos

Tudo o que você coloca na tela é uma mensagem. Seu tom da voz, o movimento corporal, o cenário, enfim, qualquer elemento presente no vídeo faz ponte com sua imagem. A partir do momento que não temos o conhecimento de cada detalhe, começamos a achar que a nossa imagem está feia, que o cenário é ruim, que vamos falar besteira, entre outras coisas.

Quando você não controla, acaba deixando isso te afetar mais do que deveria.  Ao perceber que esta era minha limitação, desabafei isso com três amigos em períodos diferentes.

Um deles foi o Pedro Quintanilha, que disse que eu tinha desenvoltura para falar e só precisava de um empurrão. O outro foi o Iuri Almeida, que me convenceu de que a limitação técnica não poderia me impedir de começar a gravar.

O terceiro foi o Camilo Coutinho que me ajudou muito com seus conteúdos e aulas. Assisti uma palestra num evento e fiz dois cursos dele, o Cheklist Essencial Para Vídeos e o Conteúdo para Vídeos que foram determinantes para que eu investisse mais no conteúdo em vídeo.

Sou eternamente grato a esses amigos pela força que me deram. As palavras deles me deram a segurança necessária para derrubar as barreiras que me impediam de gravar vídeos!

Comece primeiro, aperfeiçoe depois

Estou hoje no que eu chamo da segunda fase da minha estratégia de vídeo marketing. A primeira foi quando eu decidi corajosamente ligar o celular e gravar o que eu estava a fim de falar. Foi aí que os primeiros videos do me canal no YouTube surgiram.

Conteúdos simples, de 2 a 4 minutos, no máximo, sobre estratégia e produção de conteúdo. Eles serviram para eu destravasse meu potencial com esse formato. Passei a gravar com mais frequência e lançar um conteúdo toda semana.

A segunda fase começou quando eu investi numa câmera melhor, num tripé e em um microfone lapela. Os videos ganharam um pouco mais de qualidade. No início desta etapa, meu amigo Iuri, o mesmo que havia dito que eu precisava parar de bobeira e começar a gravar, já estava me ajudando com as edições. Aliás, ele é quem continua editando meus vídeos até hoje. O cara é fera!

gravar vídeos

Ainda penso em mudar de fase. Pretendo ter um equipamento top de linha e chegar ao ponto de fazer produções cinematográficas, acredite. A ideia é evoluir sempre, mas por enquanto vou me virando com o que tenho, gerando valor ao máximo com os recursos que me são possíveis.

Hora de gravar vídeos

gravar vídeos
Primeiro vídeo que lancei no meu canal.

A ideia de que você precisa de tudo 100% para fazer alguma coisa não passa de uma crença limitante. Depois que eu decidi dar o pontapé inicial e ir melhorando com o tempo, as coisas começaram a fluir para mim.

Mesmo produzindo vídeos simples, consegui resultados indiscutíveis em visibilidade, tráfego, posicionamento e conversões na internet. As pessoas começaram a visitar meu blog, a se inscrever no meu canal, a comentar no YouTube, a compartilhar no no Facebook, e o que é mais impressionante, a comprar os meus produtos.

Para você ter uma ideia, um video de 4 minutos que lancei me rendeu 7 vendas de um dos meus livros quase que instantaneamente. E, de vez em quando, mais uma venda é feita a partir desse video.

gravar vídeos
Gráfico que mostra minha venda de livros na Amazon.

O que eu quero que você leve daqui

Seja você um youtuber que sonha em ter um canal reconhecido, seja você um profissional que precisa gravar videos para se comunicar com sua audiência, um empresário que sabe da importância de lançar videos, enfim, se você precisa gravar vídeos por algum motivo, nada impede que você comece hoje.

Não deixe o medo te travar como fez comigo por muitos anos, não ache que só quem tem um equipamento profissional pode fazer algo relevante, não pense que não é possível fazer algo bacana mesmo não sendo um especialista em gravação.

Para te ajudar a destravar ainda mais, compartilho o passo a passo:

1 – Leia tudo o que puder sobre vídeo marketing;

2 – Faça um curso que te ensine a produzir bons conteúdos;

3 – Invista numa câmera (eu uso a webcam Logitech 920) ou comece com um smartphone.

4 – Aprenda a editar seus vídeos, ou contrate alguém para editar para você.

5 – Crie um canal no YouTube ou suba seus vídeos no Facebook.

6 – Divulgue inteligentemente, sem fazer spam (seu blog, grupos no Facebook, guest post, e-mail marketing, etc.)

Graças à sua natureza viral, acessibilidade simples e valor agregado, o vídeo se destaca como uma forma inteligente de produzir conteúdo para a web. O vídeo marketing é uma maneira incrível de criar conteúdo pessoal que tem um impacto real sobre o seu público. Comece hoje mesmo!

PS.: O curso do Camilo Coutinho que cito no artigo se chama Conteúdo Para VídeosUm curso rápido e prático para você gravar vídeos incríveis para sua estratégia de marketing.

Tudo o que você precisa saber para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas usando o poder da persuasão e copywriting!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.
Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.

Este post tem 9 comentários

    1. Fala, Rodrigão!
      Obrigado, mano.
      Fico feliz que tenha gostado.
      Também aprendo pacas contigo, lembre-se! 🙂

    1. Obrigado!
      Fico feliz e agradecido pela sua visita e satisfação.
      Uma grande abraço!

  1. Olá Paulo Maccedo, cara esse conteúdo é excelente. Tenho esse bloqueio que não me deixa gravar vídeos para o youtube, tenho um canal é já gravei alguns vídeos. Mas até parei de criar vídeos por esse motivo!

    Gosto muito de escrever, mas falar na frente de uma câmera é um pesadelo sem fim, perco o raciocínio e não consigo me comunicar da forma que gostaria. Tenso!!!!

    1. Entendi, Edson!
      Espero que as dicas te ajudem a superar isso.
      Estamos juntos!

  2. Eu tenho exatamente esse problema, ministro palestras, aulas, cursos, enfim… falo em público sem problema. Mas não consigo ter a mesma desenvoltura em vídeos, travo, nada nunca tá bom, tenho problemas com minha imagem na câmera. Espero um dia conseguir eliminar isso.

  3. Olá Paulo Maccedo.

    Mais um artigo seu que acabo de ler.

    Já tenho um canal no Youtube, onde publiquei vídeos com imagens, anos atrás.

    Agora quero gravar vídeos falando para o público.

    Vou seguir suas dicas.

    Ah, estou compartilhando sua página no Facebook e simultaneamente no Twitter.

    Por enquanto, obrigado por tudo.

Deixe uma resposta

Quem gostou deste artigo leu um desses

Fechar Menu