O que é advertorial e por que os maiores especialistas do mercado estão apostando nele?

advertorial

Advertorial é um texto que visa promover produtos ou serviços, mas com uma característica peculiar: parece uma notícia.

O termo advertorial é uma abreviação das palavras “advertisement” e “editorial” que, em português, correspondem a expressão “publitorial”.

A palavra foi usada pela primeira vez em 1946, segundo a Merriam-Webster, empresa americana que publicava livros.

Em suas publicações impressas, os advertoriais eram escritos para se assemelhar ao máximo a artigos jornalísticos.

Hoje, no contexto dos negócios digitais, o advertorial continua sendo usado com o mesmo objetivo: funcionam como anúncios que tem por objetivo direcionar o leitor à uma página final.

Esta página, quase sempre é a página de vendas do produto ou serviço anunciado.

A estrutura de um advertorial e suas características básicas!

Um advertorial possui uma estrutura simples que divide-se em 3 características básicas.

Todas essas características precisam estar presentes e bem caracterizadas no texto, portanto se você pretende montar seu advertorial é bom conhecê-las:

1). Cabeçalho. Encabeçando o texto, utiliza-se a marca. A marca representa toda autoridade no assunto em questão, portanto use-a. Se você ainda não tem uma marca própria, é bom criá-la, pois é a sua marca que impactará seus resultados em marketing.

2). Título. O título é o que desperta a curiosidade do leitor. Logo um leitor curioso se mantém atento ao assunto que será abordado no texto. Você pode usar os mesmos princípios de criação de headlines, apresentados neste livro.

3). Conteúdo. Um conteúdo eficiente é a alma de um advertorial, ainda mais se utilizado em conjunto com copywriting e técnicas de persuasão bem definidas. Lembrando que, apesar de remeter à uma matéria, o objetivo final é vender.

Alguns elementos-chave que devem estar presentes em qualquer conteúdo. Esses elementos costumam ser os verdadeiros responsáveis pelas vendas com advertoriais:

Cientificidade. Citações de estudos científicos que tenham sido feitos à respeito do produto, imagens de médicos ou laboratórios, pesquisas e estudos de caso comprovados e et cetera.

Autoridade. Citações de reportagens em grandes emissoras de tevê, revistas, jornais e et cetera; sem dúvida trazem mais segurança ao lead sobre o produto. Essa associação do veículo usado para a exposição do produto fará com que o mesmo adquira ainda mais confiança.

Storytelling. Como expliquei no capítulo sobre storytelling, narrativas são excelentes para levar pessoas à ação. Elas são capazes de gerar empatia instantânea. Por isso, é aconselhável utilizar histórias em seu advertorial.

Testemunhos. Relatos de outras pessoas sobre o seu produto são de extrema importância para fazer com que o seu leitor ganhe ainda mais confiança para realizar a compra. Depoimentos reais podem ser inseridos no texto para soarem naturais e convincentes.

Chamada. O advertorial precisa ter pelo menos uma chamada para a ação para levar o leitor à compra. Existem diversas formas de inserir uma chamada para ação no seu advertorial, algumas mais explícitas, outras mais disfarçadas. Veja qual faz mais sentido no contexto.

Advertorial: por que utilizar?

Posso dizer que o principal motivo de se utilizar advertoriais é porque de fato, funcionam.

Existem outros meio de divulgação com fins de conversão, claro: e-mail marketing, blog posts, displays em banners nos sites. Todos são válidos e eficazes e, apresentam respostas positivas.

Contudo, nenhum deles realmente aumentam tanto uma taxa de conversão como o advertorial. Isto se deve ao fato que nos advertoriais existem alguns elementos que claramente favorecem as vendas.

Os advertoriais são de extrema importância em algumas campanhas para o marketing digital hoje.

Caso queira se aprofundar um pouco mais agora, leia o outro artigo aqui do blog:

U+21E8.gif Porque você deve investir num advertorial

Tudo o que você precisa saber para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas usando o poder da persuasão e copywriting!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.
Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.

Este post tem 6 comentários

  1. Avatar

    Sensacional Paulo, parabéns por abordar tantos pontos de um advertorial e ajudar o mercado a evoluir nessa área ainda pouco explorada aqui no Brasil.
    Abraço.

  2. Avatar
    Elias Nunes

    Ótima abordagem Paulo. Fazer um advertorial da maneira correta pode ser a chave para uma estratégia de vendas de sucesso. A partir dos elementos de estrutura que você coloca nesse artigo já é possível começar e fazer ótimos conteúdos. Parabéns pelo ótimo trabalho, como sempre.

  3. Avatar

    Para variar mais um artigo esclarecedor de Paulo Maccedo! Parabéns, ótimo conteúdo.

  4. Avatar

    Que legal te encontrar aqui e ser recepcionado com um conteúdo rico em informação, sinceramente muito me ajudou. Eu adquiri um livro seu e sempre que tenho dúvidas sobre copy eu o consulto.
    Chegar aqui e te ver foi uma surpresa, vim por estar pesquisando o assunto. Gratidão por sanar uma dúvida que tinha. Forte abraço e muito sucesso!

Deixe uma resposta

Quem gostou deste artigo leu um desses

Todos os direitos reservados 2020