Inbound marketing: o que você precisa saber

Inbound marketing: o que você precisa saber

Inbound Marketing é um conceito relativamente novo do marketing que se baseia na ideia de criação e compartilhamento de conteúdo relevante voltado a um público-alvo específico.

Esse primeiro conceito tem sido muito difundido no Brasil, fazendo ponte com o famoso marketing de conteúdo.

Em essência, o Inbound diz respeito à permissão.

Explicando mais claramente, se resume em qualquer forma de marketing que tem foco em ganhar o interesse das pessoas, ao invés de comprá-las. 

Diferente do Outbound Marketing (forma tradicional de marketing), que é focado nas vendas propriamente ditas, com mensagens diretas. Sem medo de errar afirmo: Inbound Marketing é a melhor forma de pensar o marketing. Por que?

Continue comigo e descubra o motivo!

Inbound Marketing, relacionamento e vendas

Diferente da publicidade e do marketing tradicional, o Inbound Marketing é significativamente mais atraente, pois proporciona justamente a permissão de relacionamento entre marca e consumidor. Em outras palavras, através dele, o cliente autoriza receber mensagens de uma empresa que possa ajudá-lo no futuro.

O objetivo claro de um negócio ao se valer do Inbound Marketing é alimentar perspectivas e transformar visitantes em leads (contatos qualificados) e leads em clientes.

Uma boa consideração aqui é que estratégias de Inbound marketing são direcionadas à melhoria do negócio, e não à busca de clientes, mas a consequência é mais atração para a marca através do conteúdo lançado, e portanto, mais vendas.

10 dados que provam porque o Inbound Marketing é a melhor estratégia de marketing

Confira abaixo através de uma lista com 10 estatísticas indiscutíveis como o Inbound Marketing é eficaz para sua empresa. Esses são dados divulgados por empresas como Content Marketing Institute, MarketingDeConteúdo.Com.Br, Rock Content e Contentools:

#1. 80% das pessoas fazem pesquisas online

Os consumidores, cada vez mais informados, frequentemente buscam conteúdo que os ajudem a resolver problemas, antes de comprar qualquer coisa. Buscam informações conforme sua necessidade, e praticamente não clicam em propaganda.

#2.  Nos EUA, 57% das empresas americanas asseguraram novos clientes a partir de um blog corporativo

Compartilhar conhecimento, expor sua expertise e autoridade é uma ótima tática para sua empresa. Isso é essencial para seu posicionamento no mercado. Diferente de fazer propaganda intrusiva, que interrompe e pode ser péssimo para a marca.

#3. Aproximadamente 41% das empresas B2B e 67% das B2C conseguem novos clientes usando as redes sociais, principalmente o Facebook

Personalizar sua fanpage e abrir a comunicação para novos diálogos é imprescindível para despertar interesse em seu cliente. Isso deixa claro porque o marketing de entrada eleva seus resultados.

#4. Empresas que se valem de blogs asseguram 55% a mais de tráfego

Quanto mais postblogs você publicar em suas páginas, mas elas serão indexadas pelo Google e mais links servirão como ponte para seu site, desde que isso, é claro, seja bem planejado. Quanto mais links apontando para sua plataforma, mais bem ranqueado ele estará nos motores de busca.

#5. Investir em Inbound Marketing é 62% mais barato comparando ao marketing tradicional

As propagandas tradicionais geralmente têm custo alto e apresentam eficiência baixa e difícil de ser mensurada. Com apenas uma parte do valor gasto com publicidade tradicional, muitas ações online podem ser postas em prática.

#6. Aproximadamente 75% dos vídeos acessados em mídias sociais estão no Facebook

A maior rede social do mundo apresenta grande potencial de personalização e interatividade, tornando o compartilhamento de vídeos e outros formatos muito eficiente para as marcas.

#7. 92% dos profissionais americanos de marketing indicam a economia como principal incentivo para aplicar o Inbound Marketing

Com custos inferiores a tática tradicional, se pode gerar projetos em longo prazo pelo mesmo custo aplicado em algumas ações de publicidade tradicional.

#8. Nos EUA, 41% das empresas conseguiram novos clientes pelo Twitter

Apesar de no Brasil, o Twitter ser usado para conteúdo inútil, apresenta grande eficiência na entrega de informações relevantes que geram interesse a seu público-alvo.

#9. No Brasil, em 2010, aproximadamente 33.5 milhões de usuários únicos assistiram vídeos, com média de 79 views

Empresas devem adotar estratégias em vídeo a fim de promover sua empresa, mas saiba que o planejamento para produzir esse tipo de material é imprescindível.

#10. Usuários têm permanecido mais tempo nas redes sociais

1 minuto em cada 8 de navegação é usado no Facebook. Usuários tem se dedicado cada vez mais em marcar presença nas mídias sociais e isso significa grande oportunidade para o marketing das empresas.

Então, esses dados te convencem sobre a eficácia do Inbound Marketing? De fato, não há argumentos contra dados e fatos. “Não se pode falar em sucesso nos negócios sem lembrar-se de Inbound marketing”.

Como fazer Inbound Marketing

Através do Inbound, as empresas são encontradas mais facilmente na web, e os consumidores, conduzidos aos sites através da geração de conteúdos que agregam valor. Os dados acima já dão insights sobre a construção de meios de permissão para atrair e engajar clientes. Mas para te deixar mais consciente de como usar o Inbound Marketing em sua empresa, veja alguns tipos estratégias:

– Notícias, Mídia e Relações Públicas;

– Publicação de Infográficos;

– E-books e Whitepapers;

– Webinários e Podcasts;

– Questionários;

– Links diretos ou referenciados;

– Social Bookmarking;

– Fóruns online;

– Vídeos online;

– Marketing em Comentários;

– Email marketing;

– SEO;

– Mídias Sociais;

– Estratégias em Blogs.

As etapas de uma estratégia de Inbound Marketing

Atrair Tráfego – Converter visitantes em leads – Converter leads em compradores – Transformar compradores em clientes fieis – Analisar para melhorar sempre.

Você pode aplicar isso nas 5 etapas expostas abaixo:

#1. Marketing de Conteúdo

É necessário produzir conteúdos para as pessoas certas. Para isso, deve-se definir as personas que comprarão com você, como e onde comprarão. Isso só ode ser feito com estudos do mercado e do público alvo em questão.

#2. Ciclo de Compra

É fundamental entender o processo que esse cliente passa até chegar à compra. Para fazer que visitantes se tornem clientes ativos, é preciso entender cada fase, para isso utilizamos a ferramenta conhecida como funil de conversão ou funil de vendas

#3. Personalização

Quanto mais você conhece seus leads, mais dinâmico será o processo. Estar atento aos momentos chaves para o lançamento demais conteúdo é um grande diferencial para quem deseja trabalhar com Inbound de forma personalizada.

#4. Estratégia em Multicanais

A interação pode fluir de diversos lugares. Os navegantes ficam muito tempo no Facebook, pesquisam no Google, leem posts a seu respeito? Obtenha essas informações. É preciso entender cada processo desses canais, para que suas ações sejam eficazes.

#5. Interação

Para fechar o clico, sua interação deve ser precisa. Todo conteúdo criado e lançado deve ser mensurado com extrema atenção para que a estratégia seja realmente eficaz. Além do mais, só medindo as ações que você poderá definir o que , de fato, funcional, ou não.

Adote estratégias de Inbound Marketing em seu negócio digital e eleve seus resultados!

Para consolidar

O Inbound não é uma mera tendência, mas uma estratégia efetiva que define uma nova forma de comunicação com o cliente no universo digital. Portanto, na próxima vez que for planejar sua estratégia de marketing,  priorize o Inbound Marketing.

A internet não é um meio de massa e muito menos um espaço propício à publicidade (com as devidas exceções). Empresas que quiserem se estabelecer no mercado precisam buscar novas aproximações para atenderem as demandas de seus nichos.

A tentativa de colocar em prática o marketing de massa dentro de mercados segmentados é um esforço inútil. Há muito tempo que a indústria da publicidade vem dividindo seus mercados, segmentando seus nichos. Isso antes da era do marketing digital. A internet, na verdade, apenas catalisou esse conceito.

Isso nos mostra que temos que mudar a comunicação viciada no passado para deixar fluir a relação entre clientes em potencial dentro das comunidades de interesse. Focar em informação criativa e relevante ao invés de promover o discurso frio e gritante da publicidade.

As pessoas navegam diariamente pelo Google, visitam sites, buscam conteúdos autênticos, procuram formatos que façam a diferença em suas vidas. Na web, os conceitos de marketing que têm como premissa o relacionamento com o consumidor são aproximados.

Inbound Marketing é o poder nas mãos do consumidor

O fato é: na rede quem manda é o cliente. E isso não é apenas um clichê, uma frase solta. Essa tendência se mostra real e verdadeira a cada dia. A ênfase dos mercados está sendo elevada pelo uso da internet.

Nesse ambiente, o usuário tem tantas formas desse relacionar que os profissionais de marketing acabam ficando impotentes diante dos mercados. É nesse contexto que o Inbound Marketing se transforma em “herói”., com soluções eficientes para criar um bom relacionamento entre empresa e cliente.

Usando uma analogia interessante, no Inbound, empresa e cliente namoram, ficam noivos e se casam. E diante da permissão, se continuarem se atendendo e se respeitando, viverão felizes para sempre.

Através de canais e táticas digitais, você pode ganhar o interesse das pessoas, ao invés de comprá-las. Permissão é a palavra, não interrupção. Conquista de atenção, diálogo, construção de relacionamento e comunicação direcionada são os caminhos.

As regras básicas para o sucesso com o Inbound Marketing

E para consolidar a essência, adaptamos algumas regras básicas do Inbound Marketing, de acordo com o mestre Seth Godin:

#1. Conquista – A permissão precisa ser conquistada, não presumida. Por exemplo: comprar uma lista de uma empresa de marketing direto não é permissão, é Spam (mensagens indesejadas). As mensagens certamente serão ignoradas.

#2. Troca – Clientes em potencial só darão permissão se perceberem que há algo de interessante para eles. E você não tem muito tempo para mostrar esse algo. Seja claro em suas comunicações e sempre ofereça ofertas gratuitas de conteúdo.

#3. Gestão – Uma vez conquistada a permissão, você precisa cuidar do relacionamento. Se você não dá atenção a sua audiência, ou faz algo que ofende seus futuros consumidores, eles não hesitarão em retirar a permissão.

#4. Responsabilidade – Você não pode transferir a permissão concedida a você para outra pessoa. O cliente autorizou você a se comunicar com ele, e não a um terceiro. No máximo podem ser feitas indicações, mas você sempre deve ser o mensageiro.

#5. Métricas – Mensurar é o primeiro passo para efetivar uma relação forte. Se você focar nos níveis de permissão, ao invés de tentar apenas atingir o público e aumentar o número de visitas, estará construindo um ativo maravilhoso.

“Permissão é autorização para conversar. Conversa é caminho para se relacionar. Relacionamento é para beneficiar. Após a entrada de clientes na esfera de sua marca, esteja sempre conversando com ele. Quando ele estiver plenamente pronto, venda.”

Bônus: como elaborar uma estratégia de Inbound Marketing efetiva

O vídeo abaixo foi feito a partir de uma pergunta que fiz ao professor Rafael Rez sobre Inbound Marketing. A questão exposta no título serviu como base para uma série de insights valiosos sobre como fazer uma estratégia efetiva de marketing digital.

Ele expôs uma série informações, indicando elementos imprescindíveis para o trabalho de Inbound Marketing como o levantamento de OPDC, um briefing sobre o projeto do cliente, que visa colocar em pauta: Objetivos, Plano, Desafios e Cronograma.

Esses tópicos formam uma estratégia efetiva que faz a empresa gerar resultados! Para que você não perca nenhum detalhe, aconselho que assista o vídeo e aprenda diretamente com o Rafael como se diferenciar através do Inbound Marketing!

Então, aprendeu como fazer uma estratégia de Inbound Marketing efetiva? tenho dois convites para você:

  1. Cadastre-se aqui para receber conteúdos valiosos para fazer o seu negócio crescer através do Inbound Marketing.
  2. Deixe um comentário abaixo com sua dúvida sobre o tema ou observação sobre o post.

Até a próxima!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo é profissional de marketing e copywriter. Autor de 2 livros best-sellers sobre escrita persuasiva, um deles considerado o mais completo livro sobre copy do mercado (que ficou entre os mais vendidos e esgotou a primeira edição em apenas 24 dias no Brasil).

Este post tem 2 comentários

  1. Adorei o conteúdo, muito esclarecedor e significativo.

    1. Olá, Raquel!
      Fico feliz que tenha gostado.
      Fique à vontade para retornar quando quiser.
      Grande abraço!

Deixe uma resposta

Fechar Menu