O que é email marketing e por que os maiores empreendedores do mundo usam?

e-mail marketing

Buscando saber o que é e-mail marketing?

Fique sabendo desde já que essa mesma ferramenta está disponível para você hoje…

Trata-se do e-mail marketing, um elemento indispensável para um negócio digital. Empreendedores que desejam se relacionar melhor com seus clientes, aumentar a fidelidade para com a marca e vender de uma forma mais precisa, devem adotar o e-mail marketing imediatamente.

Mas o que é preciso saber para usar essa ferramenta com eficiência? Qual o segredo do sucesso de quem a utiliza para vender na web? Quais os fundamentos de uma estratégia de e-mail marketing que gera resultados reais? 

A verdade é que não existe uma fórmula exata, mas há alguns aspectos básicos e essenciais que eu irei explorar neste post. Acompanhe o artigo até o final e descubra como alavancar seu negócio com o e-mail marketing!

Observação: Toda minha estratégia de e-mail marketing é feita com a Lead Lovers. Se você está em busca de uma ferramenta completa para te ajudar com isso, clique aqui!

O que você precisa saber agora

O e-mail marketing é a utilização do e-mail como ferramenta de marketing direto.

O recurso começou a ser usado nos anos 1990, quando empreendedores e profissionais de marketing perceberam a oportunidade que essa nova forma de comunicação digital representava para os negócios.

Na época, percebeu-se que o e-mail é uma forma bastante rápida de entrar em contato com clientes e potenciais clientes, com custo indiscutivelmente menor em relação ao envio de mala direta. Para se ter ideia, em 1995 o número de e-mails marketing enviados já era maior que o total de envios feitos por mala direta.

Conforme a tecnologia e internet foi evoluindo, o e-mail marketing foi se consolidando e sendo cada vez mais adotado de forma comercial. Em meados dos anos 2000, a explosão das redes sociais chegou a ameaçar a permanência da ferramenta.

Muitos sugeriram que seria o fim do e-mail, mas o que aconteceu na realidade foi uma busca por integração, tanto por parte dos profissionais de marketing, quanto por parte dos usuários em geral. Hoje, o e-mail e as redes sociais são usados juntos na atração, relacionamento com clientes e vendas de produtos e serviços.

A diferença entre e-mail marketing e spam

O e-mail marketing e o spam são parecidos, porque ambos visam a divulgação de alguma coisa (produto, serviço, ideia) a um grande público. No entanto, diferente do spam, no e-mail marketing há consentimento por parte do destinatário. 

Ou seja, mensagens de e-mail marketing são direcionadas a quem permitiu o envio previamente. Já o spam é feito por meios ilícitos, sem o desejo da pessoa de receber as mensagens. Por isso que empresários que compram lista de contatos de e-mail para promover alguma coisa estão na verdade praticando spam.

Esse é o motivo pelo qual você nunca deve comprar listas prontas. O ideal é que você construa sua própria base oferecendo conteúdos para as pessoas em troca do contato delas. Vou falar sobre isso mais a frente, mas se você quiser se aprofundar no assunto, tenho um artigo chamado: Gerar leads: o guia básico para conquistar mais clientes na internet

Newsletter

Outra dúvida comum entre as pessoas que estão conhecendo o e-mail marketing é sobre o newsletter e quais as vantagens dele. Newsletter é o nome dado ao e-mail marketing feito com periodicidade. Nesse caso, você envia e-mails de forma recorrente para os contatos para estabelecer um relacionamento.

Mas é bom ficar atento, pois um newsletter só é válido se empresa transmitir informações relevantes que levem as pessoas à ação. Caso contrário, o seu cliente potencial pode facilmente perder o interesse e deletar sua mensagem sem antes ler o conteúdo.

Algumas empresas decidem disparar e-mails diariamente, mas essa prática acaba gerando um desgaste muito rápido no cliente em potencial. Por isso recomendo o envio de newsletter com uma frequência semanal, quinzenal ou mensal. Eu, por exemplo envio em média 1 ou 2 e-mails por semana para linha lista (já assinou?).

Vantagens do e-mail marketing para sua empresa

De acordo com um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística e o Comitê Gestor da Internet no Brasil, ainda hoje, um dos principais motivos de acesso à internet no Brasil é o e-mail.

O e-mail, que a princípio parece inexpressivo no sentido comercial, não apenas permite enviar mensagens direcionadas, mas também que receber respostas rápidas e alcançar resultados imediatos. Além disso, as empresas que adotam o e-mail marketing têm uma série de vantagens, como:

#1. Pro-atividade – Em vez de esperar o interesse do cliente, a empresa pode influenciá-lo e persuadi-lo de forma positiva.

#2. Interatividade – Diferente de outras frentes do marketing, no e-mail o cliente pode interagir imediatamente com a mensagem, perguntando, respondendo, agradecendo, comprando, etc.

#3. Segmentação – É possível direcionar a mensagem por interesses, sexo, faixa etária e localidade, por exemplo. Você ainda pode separar as mensagens paras as pessoas que estão em diferentes fases da jornada de compra.

#4. Personalização – A mensagem pode ser facilmente personalizada com base em informações dadas pelo cliente. Isso aumenta as possibilidades de conversão.

#5. Mensuração – O retorno da ação pode ser acompanhado em tempo real com um custo-benefício bem menor comprado a outros meios. Essa é, sem dúvidas, uma das maiores vantagens do e-mail marketing.

Como fazer e-mail marketing

Muito bem, agora que você já está mais do que pode dentro do assunto, chegou a hora de aprender como usar essa ferramenta em seu negócio. Abaixo vou te fornecer uma espécie de guia para você sair do zero e começar a gerar mais vendas usando o e-mail marketing. Confira!

#1. Contrate uma boa ferramenta

É imprescindível contratar os serviços de alguma empresa de e-mail marketing. Você mesmo pode adotar uma ferramenta que facilite o trabalho e que você tenha tudo o que precisa para gerar e administrar os seus contatos. Escolha alguma que te ajude a gerenciar o sistema com total facilidade, gerando novas oportunidades e formando relacionamento com os potenciais clientes. 

Eu, por exemplo, como citei no início, uso o Software da Lead Lovers, que serve tanto para aqueles que já têm experiência em vendas na internet e que deseja elevar seu negócio, como aqueles que ainda estão dando os primeiros passos no e-mail marketing. Tenho um post com uma análise completa sobre ela aqui!

#2 – Estabeleça canais de captação

Seu site ou blog deve ser usado para captar leads, porém ele não são é o único meio de captar contatos para o envio de suas mensagens. Você pode publicar artigos em outros canais que tenham boa visibilidade pelo público que você pretende conquistar através do guest post, além de usar as redes sociais e a publicidade online.

#3 – Utilize a oferta certa

Para que o visitante do site se sinta interessado em cadastrar seu e-mail, ele deve enxergar uma vantagem imediata. Para isso, ofereça uma recompensa no momento da captação. A melhor forma de conseguir isso é disponibilizando conteúdos, como e-books, webinários, vídeos, sorteios, cupons de desconto, minicursos online, infográficos, dentre outros. 

#5 – Personalize o conteúdo

Após a segmentação de perfis, chegou a hora de otimizar seu conteúdo, para gerar audiência e fidelização. Com essa personalização você entregará uma proposta mais singular e atrativa para seu público. Um toque para deixar o e-mail mais pessoal é colocar o nome do destinatário na chamada da mensagem. Esse simples detalhe poderá fazer muita diferença em sua estratégia de e-mail marketing.

#6 – Crie títulos de e-mail que chamem a atenção

Não adianta só ter um bom conteúdo se o e-mail marketing não tiver uma boa chamada para que sua mensagem seja aberta e lida. Para que isso tenha mais chances de acontecer, desperte o interesse de seu leitor com títulos atraentes e que aumentem as chances de visualização. Estudar o copywriting vai te ajudar com isso.

#7 – Saiba o melhor momento de se comunicar

É importante você estabelecer a frequência do envio de e-mails sem parecer ser chato, mas também de um modo que não seja esquecido. Não existe um padrão de tempo de envio, e isso varia com relação ao mercado e o que você tem a oferecer. O mais indicado é fazer testes, construindo uma régua cronológica e nela sinalizar o que você entregará e quando entregará.

#8 – Acompanhe a conversão

A conversão do lead para cliente poderá acontecer ou não, e isso se dará em qualquer momento dos pontos de frequência estabelecidos. Porém há uma necessidade de gerenciar também os que não estão convertendo, pois, as causas da ineficácia poderão ser analisadas e mais facilmente corrigidas, tornando um lead frio em um lead quente, e futuramente, quem sabe, em um cliente.

#9 – Conte com a ajuda de outras pessoas

Se você não tem tempo ou habilidade para fazer e-mail marketing, contrate alguém para te ajudar. As agências e consultorias deste ramo podem trazer ideias inovadoras e soluções que você nem imagina. Não faça tudo sozinho.

Pronto para vender mais com o e-mail marketing?

Agora que você já conheceu mais a respeito dessa ferramenta, suas vantagens e como fazer, chegou a hora de você vender mais usando o e-mail marketing. 

Para fechar, destaco que a Lead Lovers funciona como um bom software de automação deve funcionar. O sistema pode fazer muito pelo seu negócio, disponibilizando alternativas e métodos de captura e disparos de e-mails que podem ser personalizados para seu nicho e sua audiência.

A ideia é que você tenha tudo o que precisa para gerar e administrar os seus contatos. Você pode gerenciar o sistema com total facilidade, gerando novas oportunidades e formando relacionamento com os potenciais clientes. Clique no botão abaixo e conheça mais sobre ela!

e-mail marketing

Tudo o que você precisa saber para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas usando o poder da persuasão e copywriting!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.
Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, copywriter de resposta direta e escritor best-seller. É autor do que é considerado o livro sobre copywriting mais completo em língua portuguesa. Carioca, casado com a Patricia, pai do Peter e do Benício. Nas horas vagas, é ouvinte de boa música, fazedor de churrasco, mergulhador em literatura clássica e entusiasta de motocicletas.

Deixe uma resposta

Quem gostou deste artigo leu um desses

Todos os direitos reservados 2020