17 poderosas dicas de copywriting e marketing digital para impulsionar as conversões no seu site

dicas de copywriting

Copywriting é uma arte, mas não é como escrever ficção. Para obter os resultados desejados, você precisa saber como criar textos que atraem, engajam e convertem clientes. Em outras palavras, deve transformar palavras em dinheiro. 

Boa escrita apenas não paga as contas — você precisa escrever bem, mas vender também (nossa, até rimou). O ideal é encontrar um ponto entre ser um bom escritor e ser vendedor. Esse é o primeiro ponto.

Outro, é que se você está procurando taxas de conversão maiores, precisa trabalhar o copywriting no seu site (espero que você tenha um site, se não, hora de providenciar).

De qualquer forma, aqui estão alguns dos melhores hacks para obter o máximo de resultados em seu site usando as premissas do texto persuasivo. São dicas de copywriting que serão muito poderosas se você as aplicar!

Aliás, também gravei um vídeo sobre o assunto. Veja!

Agora confira as dicas em texto!

1 – Escreva de forma natural

dicas de copywriting

O tipo de copy que “implora” ou “obriga” o clientes a comprar é ineficaz. Os clientes não podem se sentir pressionados a decidir ou não pelo seu produto.

Essa forçação de barra cria um sentimento negativo em relação a você e ao que você vende, por isso é mais provável que sua mensagem os afaste em vez de atraí-los.

Ao escrever seu copywriting, tente adotar um tom mais amigável e mais relaxado. Quanto mais natural for a sua escrita, mais você será confiável para os clientes.

Imagine que você está conversando com um cliente durante o almoço, não tentando vender o que está no catálogo. O almoço e a conversa fluirão melhor se você se concentrar no que seu produto pode fazer por ele. 

2 – Crie títulos atraentes

Seu título é indiscutivelmente a parte mais importante do seu texto. É a parte que os leitores verão primeiro e tem mais trabalho para persuadi-los a clicar e ler.

Portanto, você precisa trabalhar duro em seus títulos/headlines. Até porque, se você escrever um título poderoso, venderá 80% do seu produto. Falo disso no meu livro “Copywriting – O Método Centenário de Escrita Mais Cobiçado Do Mercado Americano”.

Uma técnica popular de escrita de títulos mostra como escrever títulos úteis, únicos, urgentes e ultra-específicos (4 U’s). Quanto mais próximos você chegar a esses 4 critérios, mais poderosa sua headline será.

No caso de conteúdos para blog títulos com listas, como “9 maneiras de melhorar sua saúde sem passar fome” costumam funcionar bem. Aliás, depois confira este post sobre o assunto. 

3 – Poste consistentemente

Esta é uma dica de marketing de conteúdo por alguém que já percorreu uma maratona com a criação de textos para blog. Consistência é uma chave.

Se você quiser aumentar suas taxas de conversão, a única maneira de fazer isso é trazendo leitores para o seu site. E nesse contexto, postagens novas e atualizadas regularmente ajudarão você com isso.

Você não precisa postar todos os dias ou mesmo todas as semanas, mas precisa ser consistente. É difícil, porém, quando você está girando vários pratos ao mesmo tempo.

É por isso que o trabalho dos produtores de conteúdo são importantes. Eles fazem o trabalho que você, dono de negócio, não tem como fazer. 

4 – Vá direto ao ponto

Uma vez que seu leitor foi trazido pelo seu título, e agora está no seu site ou página, vá direto ao ponto. Esta é uma das dicas de copywriting mais importantes!

Certifique-se de cumprir a promessa de seu título na primeira linha do post. Se o seu leitor clicou e não vê o que foi prometido imediatamente, ele sai do seu site.

Pense na primeira sentença como seu resumo ou declaração do que esse post vai fazer. Comece com perguntas ou já apontando que vai “tratar a dor” do seu cliente.

O resto do post é então projetado para dar corpo ao seu argumento e dar aos leitores o que eles estão procurando. O livro “A Arte de Escrever Para A Web” pode auxiliá-lo a cumprir esses critérios. 

5 – Use boas imagens

dicas de copywriting

Copywriting não é apenas sobre a escrita em si. Você precisa quebrar o seu texto com imagens, a fim de manter o interesse do leitor (estou fazendo isso aqui, percebeu?).

Grandes blocos de texto podem parecer cansativos de ler, então a maioria das pessoas simplesmente não se incomodará com imagens junto ao texto.

Há várias maneiras de inserir imagens naturalmente em seu texto. Você pode tentar inserir infográficos que complementem seu texto, pois eles ficam ótimos, transmitem muita informação de maneira fácil de digerir e ajudam a ilustrar bem o seu ponto de vista.

Há também uma teoria de que incluir fotos se rostos (principalmente sorridentes) no texto podem melhorar a conversão. Isso ocorre porque, se as imagens forem exibidas em seu site, dá a impressão de que você é amigável e acessível como empresa.

6 – Pense no número de palavras

Posts mais longos são melhores (leia isso), mas nem sempre. Pense na atenção média do seu leitor.

Se você não pode agarrar a atenção dele instantaneamente, então ele vai para outro lugar procurar outra coisa que o satisfaça. E essa não é a ação que você deseja que ele tome. 

A maneira de impedir que o leitor abandone seu site, muitas vezes, é escrevendo postagens mais curtas que tenham conteúdo relevante nelas. 

Quando você se senta para escrever, defina uma contagem de palavras. Muitos definem cerca de 500 palavras.

Eu defino 300, 500, 800, 100, 2000… dependendo do tema, do objetivo e do público. 

7 – Use uma boa formatação

Quebrar o texto o máximo que puder é sempre uma boa ideia. Tal como acontece com as imagens, ajuda a quebrar o texto e torná-lo muito mais legível.

Se o leitor não se sentir como se estivesse abrindo caminho através de uma montanha de texto, será muito mais provável que chegue até o fim (veja como estou fazendo aqui).

A forma como você formata um texto é individual, mas há muitas idéias para você aplicar.

Você pode usar marcadores para criar listas e subtítulos para apresentar ideias ou pontos diferentes.

Realce seus fatos mais importantes e mantenha frases e parágrafos curtos para tirar o máximo proveito de sua redação.

8. Escreva bem também

Falei um pouco sobre isso na introdução, mas vale reforçar. A gramática ruim prejudica a imagem do negócio. Os pontos contidos podem ser muito úteis, mas se nenhum leitor puder compreender o que está sendo dito, não há sentido em publicá-lo.

Usar uma boa gramática mostra que você é um profissional confiável, por isso é vital que acerte na escrita. Se já faz muito tempo desde que você se assistiu as aulas de português, fique tranquilo, a internet pode ajudá-lo a melhorar.

A melhor dica que dou é observar como os bons escritores e copywriters conduzem seus textos e tentar “imitá-los”. Esse imitar não tem a ver com plagiar, mas com tentativa de incorporar a essência de escrita deles. No meu curso Copywriting e Escrita Poderosa eu reservo uma aula inteira para falar sobre isso.

9 – Crie e use um guia de estilo

Todos os melhores redatores têm guias de estilo que eles usam quando estão escrevendo textos.  Eles são projetados para que cada conteúdo criado siga a mesma linha.

Ele difere de empresa para empresa, mas geralmente inclui elementos como tamanho e fonte do texto, as imagens usadas, o estilo gramatical, tom de voz, etc.

Crie o seu próprio guia de estilo. Pense em como você deseja que suas postagens sejam exibidas no seu site. Se a sua escrita é meio padronizada em todo post, isso soa legal para os seus leitores. 

Veja o meu caso, por exemplo, eu sempre uso linguagem simples, parágrafos e sentenças curtas nos posts. Todos os artigos do meu blog seguem esse padrão.

10 – Não negligencie a revisão

dicas de copywriting

Corrigir sua escrita é, sem dúvida, uma etapa importantíssima do seu trabalho. Isso é porque não importa quão bom seja um texto, e quão atencioso é o conteúdo, ele irá falhar se houver erros ortográficos ou gramaticais nele.

Você respeitaria uma empresa que publica artigos sem verificá-los primeiro? É disso que estou falando. Trabalho de qualidade sempre gera boas percepções por parte do público. Então, não basta escrever. Tem que dar aquela lapidada. 

Gaste tempo para realmente perceber se seu texto está bom, procure os erros que ocorreram. Se você não tiver tempo de revisar ou se achar que não possui as habilidades, procure contratar um serviço de revisão. Eles farão o trabalho pesado para você e editarão quaisquer erros antes de publicar o texto.

11 – Crie uma chamada para ação clara

Muitos copywriters falham quando não incluem um call-to-action adequado em seu texto.

Se o cliente chegar ao final do seu texto e não souber o que fazer a seguir, você estará falhando. Por isso é essencial inserir uma frase clara, que deixe claro o que o leitor deve fazer em seguida.

A melhor maneira de fazer isso é colocar um botão no final do texto, que informa ao cliente o que fazer.

Não use palavras como “enviar” ou “cadastro” por conta própria, pois elas não significam nada fora de contexto.

Em vez disso, use uma frase como “Assine minha lista VIP” ou “Compre o meu livro sobre escrita para a web” para informar aos clientes exatamente o que acontece em seguida.

12 – Fale de benefícios

Há uma linha de pensamento de que você precisa dizer ao cliente tudo sobre as características do seu produto.

Preciso ser franco. Você pode bombardear os leitores com todos os recursos da solução e ainda assim não vai dizer a eles como isso irá beneficiá-los.

É por isso que é uma ideia muito melhor se concentrar nos benefícios que seu cliente receberá se comprar seu produto.

Pense em como o que você faz ou vende tornará a vida deles melhor, como resolverá um problema que eles nem sabiam que tinham. Mude o foco de característica para benefício e você poderá realmente aumentar suas taxas de conversão.

13. – Pense em palavras-chave

As palavras-chave são vitais para que seus artigos sejam exibidas no Google e em outros mecanismos de pesquisa. É de SEO que estamos falando.

Eles dizem que seu post é relevante para o que o pesquisador está procurando. Se você usar as palavras-chave certas, você terá uma enxurrada de visitantes e, portanto, muitos novos leads.

A melhor maneira de obter suas palavras-chave é pensar como seu cliente. O que eles podem estar procurando, se eles acessarem seu site?

Liste as palavras e frases que eles estejam procurando e use-as em seu texto. Duas ferramentas para isso: Google Keyword Planner (grátis) e SemRush (pago). Essa não é uma das dicas de copywriting, propriamente ditas, mas podem ajudá-lo muito. 

14 – Trabalhe as emoções do cliente

Todo mundo está sempre sentindo alguma coisa. Você pode estar feliz, triste, confuso, ansioso, empolgado ou cansado, e isso é só para começar.

Sempre há emoções guiando o que seus clientes fazem, por isso, lembre-se deles ao escrever seu texto.

Pense em questões: “Como seus clientes estão se sentindo?”, “Como você quer que eles se sintam?”, “Como você pode deixá-los melhor?”

Por exemplo, você pode vender lavadores de carro portáteis. Seus clientes podem estar cansados ​​de gastar dinheiro com duchas e serviços de lava-jato. Os lavadores portáteis podem ser úteis nesse caso.

O seu trabalho é fazê-los felizes por terem encontrado uma solução para o que eles estão sentindo.

15 – Seja honesto

Nenhum cliente vai confiar em você se você prometer a eles a lua em uma bandeja de prata. Parece engraçado, mas a internet está cheia de charlatões fazendo ofertas assim. 

O produto ou serviço que você fornece é obviamente ótimo, mas não será a resposta para as preces de todos. Isso não é possível. Em vez disso, a resposta é ser o mais honesto e autêntico possível com seus clientes.

Diga-lhes exatamente o que seu produto pode fazer. Concentre-se nos pontos fortes que possui. Se você for aberto e sincero sobre isso, ganhará muito mais respeito.

Para saber como ser honesto é algo forte, leia este artigo sobre John Emory Powers. 

16 – Conte histórias com sua escrita

Você pode não estar escrevendo ficção, mas ainda está procurando envolver o leitor. Se você for muito técnico, fica chato e, seja franco, quem vai ficar por perto?

Em vez disso, tente contar uma história com seu post. Você pode mostrar como o produto funciona, mas de uma maneira mais envolvente e interessante. Veja este post como exemplo!

Para aprender mais sobre contar histórias, sugiro estes dois artigos:

17 – Leia livros de copywriting

Ler livros sobre assunto é uma das melhores dicas de copywriting que eu poderia te dar neste post. Muito do que realmente funciona dentro e fora da web podem ser aprendidos neles.

Há excelentes materiais em inglês e português que você pode acessar. Mas, puxando sardinha para a minha brasa, aconselho que leia meu mais recente trabalho, o já citado livro Copywriting – O Método Centenário de Escrita Mais Cobiçado do Mercado Americano. 

No demais, há muitas outras informações que eu poderia incluir aqui, mas todas essas dicas de copywriting e marketing digital o ajudarão a deixar seu site muito mais envolvente, interessante e útil. Veja por si mesmo.

Tudo o que você precisa saber para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas usando o poder da persuasão e copywriting!

Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, escritor best-seller, copywriter de resposta direta; criador do primeiro clube de copywriting do Brasil; autor do que é considerado o livro de copy mais completo em português; carioca, casado, pai do Peter e do Benício; gosta de rock, churrasco e literatura.
Paulo Maccedo

Paulo Maccedo

Analista de marketing, escritor best-seller, copywriter de resposta direta; criador do primeiro clube de copywriting do Brasil; autor do que é considerado o livro de copy mais completo em português; carioca, casado, pai do Peter e do Benício; gosta de rock, churrasco e literatura.

Este post tem um comentário

  1. Olá, bom artigo, espero mais dicas! Estou começando agora e você está me ajudando com suas dicas, abraços.

Deixe uma resposta

Quem gostou deste artigo leu um desses

Fechar Menu